Saúde Sem Complicações #8: Pré-eclâmpsia na gravidez

Na pré-eclâmpsia há aumento da pressão arterial durante a gravidez, assim como inchaço da face e das pernas, dores de cabeças intensas e visão embaçada. Geralmente acontece depois das primeiras 20 semanas de gestação.

Por - Editorias: - URL Curta: jornal.usp.br/?p=300999

Saúde Sem Complicações #8: Pré-eclâmpsia na gravidez
Saúde sem Complicações

 
 
00:00 / 26:45
 
1X
 

Nesta edição do podcast Saúde sem Complicações, o professor Ricardo de Carvalho Cavalli, do Departamento de Ginecologia e Obstetrícia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP, fala sobre pré-eclâmpsia. Especialista em ginecologia e obstetrícia e medicina fetal pela Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO), Cavalli explica fica caracterizada a pré-eclâmpsia quando há o aumento da pressão arterial durante a gravidez; geralmente, após mais de 20 semanas de gestação. 

O professor alerta para o fato de ser essa uma questão de grande importância para as mulheres grávidas e também para as que pretendem engravidar. E, adianta os sintomas mais comuns: inchaço da face e das pernas, dores de cabeças intensas e visão embaçada. Esse quadro, de hipertensão na gravidez, pode comprometer a saúde da mãe, do bebê, o andamento do parto e, em casos mais graves, levar à morte tanto a gestante quanto o feto.

Cavalli esclarece também que a classificação da pré-eclâmpsia em leve ou grave não deve mais ser usada. “Mesmo diagnosticada como leve em um primeiro momento, pode evoluir de forma abrupta para um quadro grave; portanto, toda forma da doença requer atenção”. 

Qualquer gestante está sujeita à pré-eclâmpsia, mas estão em maior risco aquelas que eram hipertensas antes da gravidez, que estão em sua primeira gravidez com idade avançada ou muito jovens, que são obesas e com histórico de pré-eclâmpsia em parentes de primeiro grau. Essas, “necessitam de atenção especial durante a gestação”, garante o professor. 

Ouça acima o podcast na íntegra com a repórter Mel Vieira.


Saúde sem complicações

Apresentação: Mel Vieira
Coordenação: Rosemeire Talamone
Produção: Mel Vieira e Maju Petroni
Edição Geral: Cinderela Caldeira
Edição Sonora: Mariovaldo Avelino e Luiz Fontana
E-mail: ouvinte@usp.br
Horário: terça-feira, às 13h.
Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 107,9; ou Ribeirão Preto FM 107.9, ou pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular para Android e iOS

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.