Saúde sem Complicações #18: Paralisia do sono ocorre por falha na comunicação entre o cérebro e o corpo

São poucos os episódios de paralisia do sono ao longo da vida, mas podem virar doença quando recorrentes

Por - Editorias: - URL Curta: jornal.usp.br/?p=316118

Saúde sem Complicações #18: Paralisia do sono ocorre por falha na comunicação entre o cérebro e o corpo
Saúde sem Complicações

 
 
00:00 / 28:19
 
1X
 

O podcast Saúde Sem Complicações desta semana recebe o professor de neurologia e medicina do sono, responsável pelo Ambulatório do Sono do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP, Alan Luiz Eckeli, para falar sobre paralisia do sono. Eckeli conta que se trata de um fenômeno em que o indivíduo, no processo de despertar, percebe que acordou, mas não consegue movimentar o corpo. “O que acontece é uma desconexão entre o despertar cerebral e o despertar do músculo”. Sensação de angústia, medo e falta de ar são alguns dos sintomas da paralisia.

O fenômeno pode ocorrer com qualquer pessoa; porém, torna-se uma doença quando acontece de forma recorrente, levando o nome de “paralisia do sono recorrente”. No entanto, o especialista explica que a maioria das pessoas tem poucos episódios de paralisia do sono ao longo da vida. Há quatro tipos de sono: o NREM é dividido em três estágios, e o REM, período mais difícil de acordar, é o momento mais propício para a ocorrência da paralisia do sono. 

De forma geral, o fenômeno dura poucos segundos. Mas, em alguns casos, pode chegar a minutos. A privação do sono é a causa mais frequente da paralisia, porém, Eckeli chama a atenção para a narcolepsia, distúrbio do sono caracterizado pela sonolência excessiva, que tem como uma de suas características a paralisia do sono.  

Para saber mais, ouça na íntegra o podcast Saúde sem Complicações no player acima.


Saúde sem complicações

Apresentação: Mel Vieira
Produção: Mel Vieira e Flávia Coltri
Edição: Rita Stella
Edição Sonora: Mariovaldo Avelino e Luiz Fontana
Coordenação: Rosemeire Talamone
Edição Geral: Cinderela Caldeira
E-mail: ouvinte@usp.br
Horário: terça-feira, às 13h.
Veja todos os episódios da Saúde sem complicações
Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 107,9; ou Ribeirão Preto FM 107.9, ou pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular para Android e iOS
 

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.