Sambas de Germano Mathias e raps dos Racionais MC’s são analisados em pesquisa do IEB

Estudo realizado pela pesquisadora Rachel Sciré, no Instituto de Estudos Brasileiros (IEB) da USP, analisou semelhanças e diferenças entre as personagens do malandro e do bandido nas músicas interpretadas por Germano Mathias e pelo grupo de rap Racionais MC’s

Por - Editorias: - URL Curta: jornal.usp.br/?p=302684

Sambas de Germano Mathias e raps dos Racionais MC’s são analisados em pesquisa do IEB
Novos Cientistas

 
 
00:00 / 14:18
 
1X
 

A entrevistada desta quinta-feira (20) nos Novos Cientistas foi a jornalista Rachel D’Ipolitto de Oliveira Sciré. Ela é autora da dissertação de mestrado Ginga no asfalto: figuras de marginalidade nos sambas de Germano Mathias e nos raps do Racionais MC’s, realizada sob orientação do professor Walter Garcia e apresentada no Instituto de Estudos Brasileiros (IEB) da USP.

Em seu estudo, Rachel teve como principal objetivo investigar as semelhanças e as diferenças entre as personagens do malandro e do bandido, a partir de sambas sobre a malandragem na obra de Germano Mathias e de raps sobre o “mundo do crime” na obra do grupo Racionais MC’s.

Algumas comparações entre o sambista e o grupo permitiram analisar, por exemplo, a violência de estado. “Minha pesquisa possibilita ver que há uma persistência histórica sobre a nossa realidade. As narrativas cantadas nas letras nos permite refazer uma trilha que liga algumas situações do passado com o presente. São dilemas que a sociedade brasileira ainda enfrenta”, descreve Rachel. Ambas as personagens representam figuras de marginalidade, associadas às camadas pobres da população e a situações de conflito social, marcadas pela transgressão e pela opressão.

De maneiras específicas, as duas figuras estudadas propõem críticas à estrutura social, condensam sabedorias sobre a condição dos excluídos, discutem estereótipos marginais, assim como a questão da sobrevivência, tanto no que diz respeito à inserção no sistema produtivo quanto à manutenção da vida em nossa sociedade.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.