Revoredo #69: Viola caipira percorre diversos gêneros musicais

Valdir Verona e João Paulo Amaral mostram a versatilidade do instrumento em diferentes ritmos musicais

Revoredo
Revoredo
Revoredo #69: Viola caipira percorre diversos gêneros musicais
/

Revoredo desta semana apresenta os violeiros Valdir Verona e João Paulo Amaral. Com mais de 30 anos de estrada, o violeiro gaúcho, natural de Caxias do Sul, Valdir Verona explora ritmos musicais, trabalhando com apresentações musicais em diversos formatos, como solo, duos, trios, grupos, músico acompanhante, aulas de música, pesquisas, produções e direções musicais.

Professor de viola e violão, músico com formação nas áreas de teoria musical e solfejo, violão clássico, harmonia e improvisação, Verona desenvolve trabalhos didáticos para violão e viola de 10 cordas e já lançou diversos livros didáticos para esses dois instrumentos. O violeiro também desenvolve um trabalho de resgate da viola na música do Sul do Brasil.

João Paulo Amaral é instrumentista, compositor, arranjador, professor, pesquisador e mestre em Música pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), onde realizou pesquisa sobre a viola caipira a partir das obras de Tião Carreiro. Com mais de vinte anos de carreira, o músico tem vasta experiência nacional e internacional, principalmente nos palcos de Portugal, Espanha, México e Inglaterra. Em suas obras, Amaral traz gêneros musicais da cultura popular brasileira como cururu, cateretê, pagode e música caipira.

Neste episódio, são apresentadas as músicas: Melodia insistente; Españoleta; Aires de Andalucia; Dunas; Chamamé Blues #2; A Dança das Cordas; El Condor Pasa; A Saga dos Retirantes; Elementais; Refugiados da luz; A mulher e o mar; Vamo virá um chapéu véio? e Linha motriz.

Ficha Técnica: Produção e apresentação: Maestro José Gustavo Julião de Camargo Coprodução e edição: Rádio USP Ribeirão Preto

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.