Revoredo #45: Levi Ramiro e a “Trilha dos Coroados”

Violeiro retrata o fim do século 19 e início do século 20 no Estado de São Paulo em álbum sobre momentos históricos

O Revoredo desta semana apresenta as composições do violeiro Levi Ramiro e suas obras no álbum Trilha dos Coroados, inspiradas em momentos históricos do Estado de São Paulo no fim do século 19 e início do século 20. As obras trazem, tanto a visão do colonizador, com seu espírito de aventura, quanto do índio assistindo à destruição do seu meio ambiente.

Durante esse período, equivalente à colonização do Estado e à construção do trecho paulista da estrada de ferro Noroeste do Brasil, houve um genocídio indígena que quase extinguiu os índios kaingangs. Nesse sentido, Ramiro se inspira nos relatos de historiadores e compõe músicas que retratam a paisagem bucólica da época e homenageiam alguns locais, plantas, animais e rios que banham esta região.

Nascido em Uru, cidade do interior paulista, o violeiro que mistura os elementos que formam a música brasileira é conhecido por tocar com os instrumentos fabricados por ele. No podcast dessa semana foram apresentadas as músicas: Peabiru; Entradas e Tapuias; Jaracatiá; Festa do Kiki; Trilha Kaingang; Acanguçu; Valsa Para o Feio; Batalha das Águas; Corredeira da Caveira; Trem das Mortes; Vozes na Estação; Olhos D’Agua.

Ficha Técnica: Produção e apresentação: Maestro José Gustavo Julião de Camargo Coprodução e edição: Rádio USP Ribeirão Preto

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.