Saúde Sem Complicações #31: Albinismo não tem cura, mas portadores da doença vivem normalmente com rígida proteção solar

A doença rara é caracterizada pela deficiência na produção de melanina, que resulta em pele, olhos e cabelos mais claros e suscetibilidade ao câncer de pele precoce

Por - Editorias: - URL Curta: jornal.usp.br/?p=355943

Saúde Sem Complicações #31: Albinismo não tem cura, mas portadores da doença vivem normalmente com rígida proteção solar
Saúde sem Complicações

 
 
00:00 / 22:23
 
1X
 

O podcast Saúde Sem Complicações desta semana recebe a professora Helena Barbosa Lugão, da Divisão de Dermatologia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP, para falar sobre albinismo. 

A professora explica que o albinismo é uma doença genética, caracterizada pela deficiência na produção de melanina, que resulta em pele, cabelos e olhos mais claros. É uma condição bastante rara; estimativas apontam que, aproximadamente, uma em cada 30 mil pessoas tem a doença.

Helena conta que atualmente pesquisas indicam a existência de sete genes distintos envolvidos com o albinismo que acarretam diferentes apresentações clínicas, podendo ser mais leves ou mais graves. Os casos mais sérios são reconhecidos pela ausência total de melanina, com paciente apresentando pele e cabelos extremamente brancos e olhos avermelhados, acompanhados de problemas oculares. 

As pessoas albinas, diz a professora, apresentam pele mais sensível ao sol e são mais propícias ao desenvolvimento do câncer de pele precoce. Portanto, lembra que os indivíduos albinos devem ter cuidados especiais com a exposição solar e as queimaduras provocadas pelos raios solares. 

O albinismo não tem cura e o único tratamento envolve uma proteção rígida contra o sol, alerta Helena. Os indivíduos albinos devem usar óculos escuros para proteger os olhos de queimaduras na retina, protetores solares e roupas que protejam a pele. “Seguindo essas recomendações de maneira correta, a pessoa albina pode levar uma vida completamente normal”, afirma a professora. 

Para saber mais, ouça o podcast na íntegra no player acima.


Saúde sem complicações

Apresentação: Mel Vieira
Produção: Mel Vieira e Flávia Coltri
Edição: Rita Stella
Edição Sonora: Mariovaldo Avelino e Luiz Fontana
Coordenação: Rosemeire Talamone
Edição Geral: Cinderela Caldeira
E-mail: ouvinte@usp.br
Horário: terça-feira, às 13h.
Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 107,9; ou Ribeirão Preto FM 107.9, ou pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular para Android e iOS
 

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.