Pílula Farmacêutica #7: Entenda mais sobre doação de sangue

Dia 25 de novembro é o Dia do Doador Voluntário de Sangue no Brasil. A data é importante para homenagear o 1,5% da população doadora de sangue, além de conscientizar a sociedade brasileira sobre a importância do ato. Este episódio fornece detalhes sobre o processo que pode salvar vidas

Por - Editorias: - URL Curta: jornal.usp.br/?p=288958

Pílula Farmacêutica #7: Entenda mais sobre doação de sangue
Pílula Farmacêutica

 
 
00:00 / 5:10
 
1X
 

As coletas são feitas em hemocentros e hospitais com bancos de sangue e se iniciam com o cadastro de informações sobre o doador. Logo após, são  passadas algumas orientações e então acontece a pré-triagem, na qual são aferidas a pressão arterial, peso e perguntas sobre hábitos e saúde do doador. Por fim, acontece a coleta de sangue, com duração entre cinco e quinze minutos, seguida de um lanche.

Para doar sangue, é preciso ter entre 18 e 69 anos e pesar mais de 50 quilos. No dia do procedimento é importante que o doador tenha dormido bem, por mais de seis horas, estar bem alimentado, mas não de alimentos gordurosos, e também não ter ingerido bebidas alcoólicas nas últimas 12 horas antes da doação. Adolescentes com 16 ou 17 anos podem doar sangue com a autorização de um responsável e pessoas entre 60 e 69 anos só podem doar se já forem doadores. 

Pessoas com diabetes mellitus, que fazem o uso de insulina, não podem doar sangue, assim como portadores de HIV ou HTLV, de doença de Chagas, de hanseníase e malária. Se o indivíduo for diagnosticado com hepatite depois dos 11 anos de idade também não poderá doar.

Algumas doenças como anemia, dengue, gripe, resfriados, apendicite,  hérnia e varizes também impedem que a doação de sangue possa ser feita. Depois da extração de um dente se deve esperar 72 horas e após um procedimento com um endoscópio, seis meses.

Grávidas também não podem doar sangue e mulheres que estão amamentando devem aguardar de 90 a 180 dias para voltar a doar. Pessoas com tatuagens e piercings recentes só poderão doar depois de um ano dos procedimentos. Algumas vacinas também são impedimentos temporários para a doação de sangue; a vacina contra a raiva, por exemplo, impede a doação por um ano. 

 

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.