Momento Tecnologia #38: Aditivo antimicrobiano consegue inativar 99,9% do coronavírus presente no tecido

Desenvolvimento de produto com micropartículas de prata contou com parceria entre iniciativa privada e pesquisadores da USP

Por - Editorias: - URL Curta: jornal.usp.br/?p=364767

Momento Tecnologia #38: Aditivo antimicrobiano consegue inativar 99,9% do coronavírus presente no tecido
Momento Tecnologia - USP

 
 
00:00 / 9:16
 
1X
 

Durante a pandemia do coronavírus, autoridades sanitárias pedem que a população permaneça em casa, mas, quando isso não é possível, o cuidado não acaba ao fechar a porta da frente e ao lavar as mãos, é preciso se atentar às roupas também, afinal, ninguém quer correr o risco de trazer o vírus para casa escondido no tecido. Mas e se houvesse uma roupa especial, à prova de vírus?

Um produto com micropartículas de prata é capaz de inativar 99,9% da quantidade de sars-cov-2 presente no tecido. A solução é uma parceria entre o Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) da USP, a Universitat Jaume I da Espanha, o Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais da Fapesp e a Nanox, startup que desenvolve aditivos antimicrobianos capazes de eliminar fungos e bactérias. 

Gustavo Simões, fundador e CEO da Nanox, explica que existem vários trabalhos na literatura científica que mostram a atividade antiviral da prata contra o sars-cov-2, H1N1, e até contra o vírus da Aids. “A prata promove um processo de oxidação e, no caso do sars-cov-2, que é o novo coronavírus, ele é um vírus que a gente chama de vírus envelopado, então ele tem uma camada lipídica, uma camada de gordura, e é um vírus de RNA. A prata quebra essa barreira lipídica, ataca o RNA e elimina o vírus.” Foi nos laboratórios da USP que o produto foi testado para o vírus da covid-19, pelo professor Lúcio Freitas Júnior, do Departamento de Microbiologia do Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) da USP, a partir do vírus sars-cov-2 isolado pelo professor Edson Dorigon, ainda no começo da pandemia no Brasil.

Após a descoberta de que o aditivo antimicrobiano à base de prata poderia eliminar o coronavírus do tecido, o próximo passo, segundo Simões, é fechar as parcerias com as tecelagens. Até o momento da produção deste podcast, pelo menos dez tecelagens há haviam sido homologadas no Brasil para produzir e colocar o produto no mercado. O tecido com o aditivo já é comercializado pelo projeto Costurando Sonhos, da comunidade de Paraisópolis em São Paulo, criado em 2007 com o objetivo de capacitar mulheres em situação de vulnerabilidade social. Segundo Suéli do Socorro Feio, uma das idealizadoras, durante a pandemia elas precisaram se reinventar e optaram por produzir máscaras de proteção com o tecido a partir de uma parceria firmada no mês de julho com uma das tecelagens homologadas. 

Ouça o podcast na íntegra com reportagem de Gabrielle Abreu.


Momento Tecnologia
Edição de roteiro: Denis Pacheco
Edição de som:  Guilherme Fiori
Edição geral: Cinderela Caldeira
E-mail: ouvinte@usp.br
Horário: Quinzenalmente, terças-feiras, às 8h05

O Momento Tecnologia vai ao ar na Rádio USP, quinzenalmente, segundas-feiras, às 8h05 – São Paulo 93,7 MHz e Ribeirão Preto 107,9 MHz e também nos principais agregadores de podcast  Veja todos os episódios do Momento Tecnologia

 

 

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.