Momento Sociedade #41: Conheça os desafios da implementação do novo marco de saneamento básico

José Luiz Portella destaca importância da medida, que chega atrasada e cujo sucesso depende da estabilidade econômica e política do País

Por - Editorias: - URL Curta: jornal.usp.br/?p=333063

Momento Sociedade #41: Conheça os desafios da implementação do novo marco de saneamento básico
Momento Sociedade - USP

 
 
00:00 / 9:50
 
1X
 

No Momento Sociedade de hoje José Luiz Portella, doutor em História Econômica da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP, discute a importância da recente aprovação do novo marco legal do saneamento básico no Brasil. A proposta foi aprovada pelo Senado e segue para a sanção do presidente.

Segundo dados de 2018, 101 milhões de brasileiros não têm acesso a esgoto, 35 milhões não têm acesso a água tratada e 52 milhões de pessoas não têm coleta de lixo. Portella destaca que essa falta de infraestrutura é responsável por 15 mil mortes e 350 mil internações por ano, e que “aproximadamente a cada R$ 1 investido em saneamento básico se economizam R$ 4 na área da saúde. É um absurdo que o Brasil tenha demorado tanto para tomar essas medidas, uma vez que tanto o lado econômico quanto o lado humano foram negligenciados”.

Apesar do atraso, as metas para 2033 são atingir os marcos de 99% da população com água tratada e 90% com esgoto, gerando milhões de empregos. “Os grandes desafios são o déficit de gerenciamento que temos, o aspecto da concatenação de projetos, a regulação público-privada em investimentos e o treinamento qualificado de pessoal, além da implantação e as correções ao longo do tempo”, alerta Portella, que também relaciona a estabilidade financeira e política do País a uma aplicação efetiva do projeto.

Saiba mais ouvindo a entrevista na íntegra.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.