Momento Sociedade #15: Programação de semáforo pode reduzir tempo de viagens em 30%

O pesquisador José Luiz Portella, da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP, discorre sobre a devida utilização dos semáforos. Portella esclarece que a Prefeitura deve focar na sincronização dos semáforos do centro expandido. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) discute a questão desde 1997. Em 2018, houve um edital de privatização da rede semafórica. No entanto, nenhuma solução foi dada até o momento

Por - Editorias: - URL Curta: jornal.usp.br/?p=280898

Momento Sociedade #15: Programação de semáforo pode reduzir tempo de viagens em 30%
Momento Sociedade - USP

 
 
00:00 / 9:08
 
1X
 

O Momento Sociedade desta semana, com o pesquisador José Luiz Portella, da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP, é uma conversa sobre o sistema semafórico da cidade de São Paulo.

Os semáforos são reguladores do fluxo de veículos, eles disciplinam o tráfego ao sinalizar quem pode passar e quando essa passagem é permitida. Portella esclarece que os semáforos não são uma ferramenta pontual, ou não deveriam ser. A programação semafórica serve, entre outras coisas, para sincronizar um conjunto de semáforos, com o objetivo de regular o tráfego de determinada região.

O pesquisador conta que a sincronização de semáforos na cidade de São Paulo é desastrosa. “É comum que o semáforo posterior ‘feche’ após você ser liberado, resultando em filas enormes”, relata. Segundo Portella, a devida programação dos semáforos pode reduzir o tempo de viagem de 15% a 20%. Se combinado com outras medidas de engenharia de tráfego, mais o devido cuidado com o pavimento, esse porcentual pode chegar a 30%.

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) discute a questão desde 1997. Em 2018, houve um edital de privatização da rede semafórica. No entanto, nenhuma solução foi dada até o momento.


Momento Sociedade
O Momento Sociedade vai ao ar na Rádio USP todas as segundas-feiras, às 8h30 – São Paulo 93,7 MHz e Ribeirão Preto 107,9 MHz e também nos principais agregadores de podcast

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.