Momento Odontologia #93: Estética ou saúde? Saiba mais sobre as cirurgias na gengiva

Especialista explica sobre os procedimentos feitos na cavidade oral e afirma que estética e saúde podem caminhar lado a lado

Jornal da USP
Momento Odontologia #93: Estética ou saúde? Saiba mais sobre as cirurgias na gengiva
/

Estética ou saúde? O questionamento sobre procedimentos na cavidade oral está sempre em pauta, principalmente quando alguém diz estar insatisfeito com o sorriso. Mas, se o tamanho da gengiva, por exemplo, incomoda a pessoa, a cirurgia de correção pode servir como alívio, trazendo até mesmo a autoestima de volta. Alinhados a isso, os procedimentos odontológicos podem ser muito importantes, também, para evitar problemas ainda maiores.

“Estética e saúde caminham juntas.” É o que garante Paulo Martins Ferreira, professor aposentado da Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB) da USP, ao podcast Momento Odontologia desta semana. Segundo o professor, além da estética, todo procedimento cirúrgico tem um objetivo, que, nesse caso, “é a manutenção da saúde gengival”.

Quando alguém reclama de seu sorriso, cabe ao cirurgião-dentista investigar o que está causando o desconforto, explica o professor. Existem duas situações possíveis: a esquelética, quando envolve a parte óssea, e a gengival. E o diagnóstico pode não ser simples, já que é necessário fazer diversos exames com uma minuciosa análise facial.

Tratamento

O tratamento é multidisciplinar, “porque envolve não somente o dentista, mas também o ortodontista, o anestesista e outros especialistas”, explica Ferreira. Além disso, “os procedimentos podem envolver até mesmo o descolamento da gengiva, que requer habilidade e cuidados especiais por parte da equipe”.

Apesar disso, o professor destaca que, se for decidido mexer apenas na gengiva, é possível que não haja nenhum resultado. É porque os dentes têm, em média, de 9 a 11 milímetros de comprimento. “Se o paciente tem 11 milímetros de tamanho do dente, se tirar a gengiva, vai ficar mais longo”, explica. Nestes casos, uma cirurgia na gengiva só é indicada quando os dentes apresentam entre 6 e 8 milímetros de comprimento, já que “a gengiva está cobrindo os dentes”.

A cirurgia é feita com anestesia, seja local ou geral, e o pós-operatório envolve o uso de analgésicos. “Seguindo a medicação e as orientações, a recuperação é tranquila”, garante

Produção e Apresentação: Rosemeire Talamone
CoProdução: Alexandra Mussolino de Queiroz (FORP), Letícia Acquaviva (FO), Paula Marques e Tiago Rodella (FOB)
Edição Sonora: Gabriel Soares
Edição Geral: Cinderela Caldeira
E-mail: ouvinte@usp.br
Horário: segunda-feira, às 8h05
Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 107,9; ou Ribeirão Preto FM 107.9, ou pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular para Android e iOS  
Veja todos os episódios do Momento Odontologia
 
 

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.