Momento Odontologia #42: Traumas na dentição permanente

A maioria das ocorrências acontece em jovens e idosos, em quedas e atividades esportivas. Neste episódio, Celso Caldeira, professor associado da disciplina de Endodontia do Departamento de Dentística da Faculdade de Odontologia da USP, conta como se prevenir e como agir caso o problema aconteça

Por - Editorias: - URL Curta: jornal.usp.br/?p=288364

Momento Odontologia #42: Traumas na dentição permanente
Momento Odontologia - USP

 
 
00:00 / 5:19
 
1X
 

Neste episódio do podcast Momento Odontologia, Celso Caldeira, professor associado da disciplina de Endodontia do Departamento de Dentística da Faculdade de Odontologia da USP, comenta sobre traumas na dentição permanente. Ele conta que “pesquisas em âmbito mundial mostram que quase 5 milhões de dentes são perdidos anualmente, devido aos traumas, a recuperação pode dispensar tempo profissional e custo elevado”, tornando o problema também socioeconômico.

A maioria das ocorrências se dá na população jovem e idosa. Além disso, acontece mais nos indivíduos do sexo masculino, pela maior exposição a agentes predisponentes, como quedas, violência urbana, atividades esportivas e recreativas.

Ocorrido o trauma, o paciente deve procurar auxílio profissional o quanto antes, pois o tempo de início do tratamento, além das técnicas aplicadas no momento da urgência, tem influência direta sobre a manutenção do dente traumatizado. Para prevenir o problema, Caldeira defende que é preciso “conscientizar a população a respeito da proteção adequada na prática de atividades recreativas e esportivas, realizá-las sempre em local seguro, além de cuidar para que o ambiente social não seja um gerador de incidentes”.

Saiba mais ouvindo o podcast na íntegra.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.