Momento Cidade #33: Qual é a relação entre São Paulo e seus festivais de música?

Nesta edição, a entrevistada é a pesquisadora Giovanna Longo, autora da dissertação “A representação da cidade de São Paulo no Festival Lollapalooza 2018 por meio das ativações dos patrocinadores”, defendida na Escola de Artes, Ciências e Humanidades da USP

Por - Editorias: - URL Curta: jornal.usp.br/?p=367877

Momento Cidade #33: Qual é a relação entre São Paulo e seus festivais de música?
Momento Cidade - USP

 
 
00:00 / 8:04
 
1X
 

Pensar em festivais, eventos culturais e shows ao vivo parece uma memória distante durante a pandemia do coronavírus. A esperança de converter um ingresso em uma experiência presencial não se concretizou em 2020 para muitos de nós, entretanto, os grandes festivais de música permanecem no imaginário das nossas cidades, alimentados pelos planos de retorno à normalidade nos próximos meses. Neste período de espera, podemos nos perguntar: qual é relação entre a cidade, festivais e seus patrocinadores? 

Para compreender como São Paulo foi representada em um de seus maiores eventos culturais, o Lollapalooza, o Momento Cidade desta semana entrevista Giovanna Longo. A pesquisadora produziu uma dissertação de mestrado com o objetivo de entender a ligação entre festivais e patrocinadores com a capital paulista.

Defendido na Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH) da USP, o estudo acompanhou o Festival Lollapalooza em 2018 e procurou analisar as conexões entre cultura na cidade e consumo cultural dos cidadãos. Para realizar essa análise, a pesquisadora foi a campo, utilizou questionários, estudos documentais e efetuou uma criteriosa revisão bibliográfica. “Eu quis trazer um pouco essa visão desses patrocinadores sobre como eles formataram as ativações de marca, como eles viam essa experiência do consumidor”, enfatiza Giovanna. 

Para ela, intermediando a relação entre público e patrocinadores, o poder público deveria se fazer mais presente. “A cidade, por meio do seus órgãos públicos, de turismo, de cultura, precisa se conectar com esses eventos culturais, não somente com os eventos que a cidade promove, mas também com os eventos que a cidade recebe”, afirma.

Na opinião da pesquisadora, uma cidade que investe mais em cultura é um local que prioriza a democratização de todos os seus grandes eventos.

A dissertação completa pode ser acessada neste link.

Ouça o podcast na íntegra no player acima. Siga no Spotify, no Apple Podcasts ou seu aplicativo de podcast favorito.

Ficha técnica

Reportagem: Gabriel Guerra
Produção: Denis Pacheco
Edição: Beatriz Juska e Guilherme Fiorentini

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.