Momento Cidade #18: Por que estudamos as cidades?

Para Eduardo Marques, professor e pesquisador do Centro de Estudos da Metrópole, estudar as políticas públicas de uma cidade é essencial para que se possa implementar melhores políticas urbanas

Por - Editorias: - URL Curta: jornal.usp.br/?p=306039

Momento Cidade #18: Por que estudamos as cidades?
Momento Cidade - USP

 
 
00:00 / 9:46
 
1X
 

Uma cidade é uma área urbanizada que reúne os mais diversos fluxos e atividades humanas. No Brasil, 84% da população vive em cidades. Na capital paulista, uma população de quase 12 milhões de habitantes integra aquela que é considerada uma das maiores cidades do planeta.

Entretanto, a vida urbana, com seu ritmo muitas vezes intenso e expansão crescente, nem sempre nos dá tempo de pensarmos sobre seus problemas, suas políticas e suas transformações.

Por isso, o Momento Cidade desta semana, em edição especial, fez a pergunta: por que estudamos as cidades?

Para responder a questão, convidamos o professor Eduardo Marques, da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, diretor do Centro de Estudos da Metrópole (CEM), também ligado à Universidade.

O CEM é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepids), da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP). Sediado na USP e no Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (CEBRAP), o grupo é “um acordo entre instituições que já tem 20 anos”, conta o professor. “O Centro é dedicado aos estudos sobre questões da metrópole, principalmente dimensões sociais, econômicas, demográficas e culturais”, esclarece.

Em um espaço que reúne demógrafos, cientistas políticos, sociólogos, geógrafos, economistas e antropólogos, o CEM trabalha em projetos de pesquisa e fornece treinamentos e difusão de conhecimento sobre assuntos relacionados às cidades.

Para Marques, que é organizador do livro As políticas do urbano em São Paulo, lançado em 2018 pela editora Unesp, quando se pensa em cidades e nas organizações políticas locais que as constituem, é importante compreender suas especificidades. Em especial, “as relações que cada uma dessas instituições e atores estabelece com o espaço”, defende.

O especialista argumenta ainda que estudar e compreender as políticas públicas de uma cidade é essencial para que se possa, constantemente, implementar melhores políticas urbanas. “Todas elas partem de modelos de como funcionam os problemas, como as políticas envolvendo problemas funcionam e quais os efeitos que elas têm sobre esses problemas”, enumera.

Ouça o podcast na íntegra no player acima. Siga no Spotify, no Apple Podcasts ou seu aplicativo de podcast favorito.

Ficha técnica

Reportagem: Denis Pacheco
Edição: Beatriz Juska e Guilherme Fiorentini

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.