Manhã com Bach #32: Danças barrocas formam as “Suítes para Violoncelo” de Bach

Movimentos são compostos por elegantes alemandas, “espirituais” sarabandas e rápidas gigas, por exemplo

Por - Editorias: - URL Curta: jornal.usp.br/?p=356177

Manhã com Bach #32: Danças barrocas formam as “Suítes para Violoncelo” de Bach
Manhã com Bach - USP

 
 
00:00 / 56:44
 
1X
 

Dando continuidade à comemoração dos 300 anos das seis Suítes para Violoncelo, de Johann Sebastian Bach – compostas em torno de 1720 na corte de Köthen -, o programa Manhã com Bach, da Rádio USP (93,7 MHz), apresentou, nos dias 19 e 20 de setembro de 2020, a terceira obra desse conjunto, a Suíte para Violoncelo Número 3 em Dó Maior (BWV 1009). O programa exibiu também a cantata Gott, wie dein Name, so ist auch dein Ruhm, “Deus, como teu nome, assim é também tua glória” (BWV 171).

Como foi falado no programa, cada uma das seis Suítes para Violoncelo de Bach tem seis movimentos. Elas começam com um prelúdio e terminam com uma giga. Entre o prelúdio e a giga, encontram-se uma alemanda, uma corrente e uma sarabanda, além de outro movimento que antecede a giga: nas duas primeiras suítes, trata-se de um minueto, na terceira e na quarta, de uma borréee e, nas duas últimas, de uma gavota. Esses movimentos são danças instrumentais típicas do período barroco.

Em seu livro As Suítes para Violoncelo – citado no programa -, Eric Siblin explica que a alemanda era uma dança popular surgida na Alemanha no começo do século 16. Nas Suítes para Violoncelo,  tendem a ser lentas e elegantes. A corrente tem origem francesa, mas Bach opta por se inspirar em compositores italianos. Repleta de saltos, tem efeito alegre e animado. Já a sarabanda – “centro espiritual” das suítes de Bach – é um movimento lânguido, “obra mais de pungente melancolia do que de luxuriante catarse”. As chamadas “galantarias” (minueto, bourrée e gavota) eram consideradas danças “modernas”. A giga, finalmente, é o mais rápido de todos os movimentos.

Ouça no link acima a íntegra do programa.

Manhã com Bach vai ao ar pela Rádio USP (93,7 MHz) sempre aos sábados, às 9 horas, com reapresentação no domingo, também às 9 horas, inclusive via internet, através do site da emissora. Às segundas-feiras ele é publicado em formato de podcast na área de podcasts do Jornal da USP.

As edições anteriores de Manhã com Bach estão disponíveis neste link.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.