Manhã com Bach #118: Biógrafo de Bach, Philipp Spitta exalta “O Cravo Bem Temperado”

Musicólogo alemão do século 19 destaca a “maravilhosa variedade” dos prelúdios e fugas presentes na obra

Por
Manhã com Bach - USP
Manhã com Bach - USP
Manhã com Bach #118: Biógrafo de Bach, Philipp Spitta exalta “O Cravo Bem Temperado”
/

Uma das características mais impressionantes de O Cravo Bem Temperado, de Johann Sebastian Bach, é a “maravilhosa variedade” do caráter das 24 fugas presentes na obra, sendo cada uma diferente das demais, e os prelúdios que as antecedem não são menos variados.

Essa análise é do musicólogo alemão Philipp Spitta (1841-1894), autor de uma monumental biografia de Bach, publicada em três volumes entre 1873 e 1880, que foi destacada no programa Manhã com Bach, da Rádio USP (93,7 MHz), apresentado nos dias 14 e 15 de maio de 2022.

Manhã com Bach deu continuidade às comemorações pelos 300 anos de O Cravo Bem Temperado, que Bach compôs em 1722 na corte de Köthen e que contém 24 pares de prelúdios e fugas em todas as tonalidades da música, maiores e menores. Nele, foram exibidos os pares na tonalidade fá, que são o Prelúdio e Fuga Número 11 em Fá Maior (BWV 856), o Prelúdio e Fuga Número 12 em Fá Menor (BWV 857), o Prelúdio e Fuga Número 13 em Fá Sustenido Maior (BWV 858) e o Prelúdio e Fuga Número 14 em Fá Sustenido Menor (BWV 859). O programa mostrou ainda a cantata Herr, gehe nicht ins Gericht mit deinem Knecht, “Senhor, não vás a julgamento com teu servo” (BWV 105).

Ouça no link acima a íntegra do programa.

Dedicado à divulgação da música do compositor alemão Johann Sebastian Bach (1685-1750), Manhã com Bach vai ao ar pela Rádio USP (93,7 MHz) sempre aos sábados, às 9 horas, com reapresentação no domingo, também às 9 horas, inclusive via internet, através do site da emissora. Às segundas-feiras ele é publicado em formato de podcast na área de podcasts do Jornal da USP.

As edições anteriores de Manhã com Bach estão disponíveis neste link.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.