Fake News Não Pod #11: Nas teorias conspiratórias predomina a emoção e não a razão

Um dos modos de combater uma teoria da conspiração é justamente percebê-la, e o podcast de hoje apresenta algumas dicas para isso

Jornal da USP
Fake News Não Pod #11: Nas teorias conspiratórias predomina a emoção e não a razão
/

A disseminação de teorias da conspiração não é uma questão trivial, trata-se de um problema real que afeta toda a sociedade. Diversos fatores levam os indivíduos a acreditarem em teorias conspiracionistas, desde traços de personalidade até a satisfação de necessidades sociais complexas; em todo caso, a emoção, e não a razão, predomina. 

Um dos modos de combater uma teoria da conspiração é justamente percebê-la. No podcast Fake News Não Pod desta semana há quatro fatos sobre teorias conspiratórias e de conspiracionistas para os quais você deve ficar atento sempre que receber um novo texto ou vídeo. 

  1. As teorias da conspiração mentirosas surgem de uma oposição ao conhecimento consolidado de instituições oficiais. Mas muitas vezes usam essas mesmas instituições para provar uma alegação falsa,  baseando-se em argumento de autoridade e não em provas concretas;
  2. As ideias conspiratórias tendem a reduzir a complexidade da realidade, de modo a explicar aspectos políticos ou sociais como se fossem organizados por indivíduos ou organizações secretas e não, muitas vezes, pelo acaso ou por fatos já bem descritos;
  3. As conspirações não são falseáveis. Mesmo que evidências apontem o contrário do que as conspirações pregam, os conspiracionistas afirmam que tais evidências  foram fabricadas; 
  4. Os conspiracionistas são muitas vezes narcisistas. Acreditam ser os únicos privilegiados com o conhecimento de algo secreto, que “a mídia não mostra”. Isso aumenta muito a autoestima e os faz sentirem-se especiais, proliferando ainda mais essas teorias.

As conspirações podem ser simples de reconhecer com essas dicas, mas muitas vezes se adaptam à nossa realidade para se tornarem mais palatáveis. No entanto, as conspirações só existem porque as pessoas acreditam nelas, especialmente em fake news associadas. Dessa forma, somente a informação e o pensamento crítico podem barrar o avanço do obscurantismo. 


Fake News não Pod
Produção: Vydia Academics, Pretty Much Science (PMScience),
Projeto: João Fake News (bit.ly/JoaoFakeNews).
Roteirista e apresentadora: Laura Colete Cunha
Edição: Rádio USP Ribeirão Preto
Coordenação geral: Rosemeire Talamone e Cinderela Caldeira 

 

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.