Estudo avalia métodos anestésicos usados em cirurgias do globo ocular

Cientistas avaliaram 54 pacientes submetidos a dois conhecidos tipos de anestesias: a peribulbar e a subtenoniana. O objetivo foi verificar em qual dos procedimentos o paciente tem menor índice de sofrimento e dor

Por - Editorias: - URL Curta: jornal.usp.br/?p=351392

Estudo avalia métodos anestésicos usados em cirurgias do globo ocular
Novos Cientistas

 
 
00:00 / 11:29
 
1X
 

Cientistas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP realizaram experimentos em que compararam índices de dor em dois tipos de anestesias usadas em cirurgias do globo ocular: a peribulbar e a subtenoniana. A pesquisa avaliou 54 pacientes submetidos a cirurgias de vitrectomia, um procedimento usado em cirurgias como a de descolamento de retina. O estudo foi publicado na revista PLOS ONE e tem como autor principal o médico oftalmologista Jefferson Augusto Santana Ribeiro que avaliou os dois procedimentos em seu pós-doutorado na FMRP.

Na entrevista concedida ao podcast Os Novos Cientistas desta quinta-feira (3), ele explicou que a vitrectomia é um procedimento usado em cirurgias oftalmológicas para tratar doenças do segmento ocular posterior. “Ou seja, problemas que acontecem na parte de trás do globo ocular”, descreveu Ribeiro.

O médico informou que, dentre os dois métodos anestésicos comparados, o peribulbar é o mais difundido e tradicional. “Ambos são aplicados desde o começo do século passado, mas eu quis comprovar que o subtenoniano é mais eficaz, principalmente no controle da dor nos pacientes”, disse. O trabalho foi desenvolvido no programa de pós-doutorado do oftalmologista, que foi realizado com a supervisão do professor Rodrigo Jorge da FMRP.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.