Empreendedorismo fortalece capital cultural da população negra

Pesquisa realizada na Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH) da USP buscou entender a movimentação da população negra empreendedora no processo de inserção na cadeia produtiva

Por
Jornal da USP
Jornal da USP
Empreendedorismo fortalece capital cultural da população negra
/

A partir de um evento que acontece anualmente na cidade de São Paulo, conhecido como Festival Feira Preta, a turismóloga Vanderléia Ricardo da Silva buscou compreender como o afroempreendedorismo contribui para a inserção da população negra empreendedora na cadeia produtiva. Para tanto, a pesquisadora usou como estudo de caso o festival, que traz a diversidade cultural por meio de atividades empreendedoras, artísticas e educacionais. Vanderléia foi a entrevistada desta quinta-feira (18) no podcast Os Novos Cientistas.

A pesquisa intitulada A inserção do Festival Feira Preta no calendário de turismo de eventos na cidade de São Paulo: o capital intelectual como força propulsora de difusão do movimento da população negra empreendedora foi realizada sob a orientação do professor Reinaldo Teles da EACH. “Dei início à pesquisa em 2018, quando realizei entrevistas semiestruturadas com 17 afroempreendedores autodeclarados negros. Numa segunda fase, em 2019, fui à feira novamente e realizei observações para compreender a dinâmica do evento”, contou Vanderléia. De acordo com a pesquisadora, o afroempreendedorismo ainda não está devidamente consolidado. “Ainda não temos um espaço negro na cidade de São Paulo para os afroempreendedores”, informou.

O Festival Feira Preta é um espaço, segundo Vanderléia, para a prática do afroturismo, pois há diferentes demonstrações de arte. “As feiras étnicas reúnem grandes oportunidades, pois seu capital cultural é imprescindível para a vida urbana, e contribui de forma definitiva para o turismo”, esclareceu. O festival acontece sempre em novembro, mas, de acordo com a pesquisadora, os afroempreendedores devem ser apoiados durante todo o ano.

Disponível também na plataforma Spotify


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.