Diversas #17: Marília Mendonça abriu caminhos para o movimento queernejo

O programa presta homenagem à cantora, além de trazer Gali Galó, que fundou esse movimento, e celebrar os 70 anos de Cida Moreira

Jornal da USP
Jornal da USP
Diversas #17: Marília Mendonça abriu caminhos para o movimento queernejo
/

Nesta edição do Diversas – As Mulheres na Música Brasileira, da Rádio USP (93,7 MHz), transmitida no dia 11 de novembro de 2021, a jornalista Fabiana Ferraz entrevistou a também jornalista Claudia Assef sobre o legado deixado por Marília Mendonça, que levantou a bandeira do feminejo e abriu as portas para o queernejo. Esse movimento fundado por Gali Galó, que também conversou com a apresentadora.

Ainda no programa são celebrados os 70 anos da cantora, pianista e atriz Cida Moreira, uma das maiores intérpretes do País. Durante a entrevista, Cida comentou as transformações do seu canto ao longo destes 30 anos de trajetória na música, suas ricas influências artísticas multifacetadas, contou como está passando por este período pandêmico, falou também sobre a situação do Brasil e sobre a nova música A Nobreza do Não, que ela ganhou de presente de aniversário do músico Arthur Nogueira.

Ouça no link acima a íntegra do programa.

Dedicado à divulgação da música brasileira produzida por mulheres, Diversas – As Mulheres na Música Brasileira vai ao ar pela Rádio USP (93,7 MHz) sempre às quintas-feiras, às 11 horas, com reapresentação no sábado, às 16 horas, inclusive via internet, através do site da emissora. Às sextas-feiras, ele é publicado na forma de podcast no Jornal da USP e nas principais plataformas agregadoras de podcasts. O programa é produzido e apresentado pela jornalista e radialista Fabiana Ferraz.

As edições anteriores de Diversas – As Mulheres na Música Brasileira estão disponíveis neste link.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.