Brasil Latino: Ignácio Berdugo e o Brasil visto pela Espanha

Programa trata das pesquisas e análises realizadas pelo Centro de Estudos Brasileiros da Universidade de Salamanca

Jornal da USP
Jornal da USP
Brasil Latino: Ignácio Berdugo e o Brasil visto pela Espanha
/

Em 2001, a Universidade de Salamanca, uma das mais antigas da Europa, criou o Centro de Estudos Brasileiros (CEB). A ideia partiu do então reitor Ignácio Berdugo, um jurista que destaca a importância estratégica do nosso país em uma única frase: não é possível compreender a América Latina sem compreender o Brasil.

Atual diretor do CEB, Ignácio Berdugo é o entrevistado do Brasil Latino. Em seu escritório na cidade que é considerada o berço da língua espanhola, ele admite a dificuldade em desenhar cenários no atual contexto político brasileiro. A chegada da extrema-direita ao governo é resultado de um populismo que se apodera dos temas da insegurança e da corrupção, fazendo emergir um movimento que produz o que ele chama de “talibãs locais”. O resultado é uma instabilidade política permanente, o que exige muita cautela nas análises.

Por outro lado, o panorama na América Latina se assemelha a uma montanha-russa. O sobe e desce constante não permite a previsibilidade necessária para o desenvolvimento de um projeto de ação coletiva e integrada entre os países, aprofunda a pobreza e a injustiça social. Existem exceções, diz Berdugo, apontando para o Chile, onde o povo nas ruas pôs fim à Constituição de Pinochet e celebra um novo momento institucional. Mas, na sua opinião, há muito a fazer.


Brasil Latino

O Brasil Latino vai ao ar toda segunda-feira, às 17h, pela Rádio USP FM 93,7Mhz (São Paulo) e Rádio USP FM 107,9 (Ribeirão Preto). As edições do programa estão disponibilizadas nos podcasts do Jornal da USP (jornal.usp.br) e nos agregadores de áudio como Spotify, iTunes e Deezer.

. 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.