USP terá edifício do futuro para projetos inovadores na área da construção civil

Parceria com ArcelorMittal prevê investimentos na nova sede do Centro de Inovação em Construção Civil e na criação de uma cátedra

  • 187
  •  
  •  
  •  
  •  
A cerimônia foi realizada no dia 15 de janeiro, no Salão de Atos do prédio da Reitoria, em São Paulo – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Mais um passo foi dado para a concretização do projeto da nova sede do Centro de Inovação em Construção Civil (CICS), o CICS Living Lab, liderado pelo Departamento de Engenharia de Construção Civil da Escola Politécnica (Poli).

No dia 15 de janeiro, foi assinado um convênio com a empresa de aço ArcelorMittal, que prevê a doação de recursos para a construção do edifício e para a criação da Cátedra ArcelorMittal “Construindo o Amanhã”, com investimento total de cerca de R$ 3 milhões para os próximos cinco anos.

A cerimônia contou com a presença dos pró-reitores Edmund Chada Baracat (Graduação), Carlos Gilberto Carlotti Jr. (Pós-Graduação) e Sylvio Roberto Accioly Canuto (Pesquisa); do superintendente do Espaço Físico, Francisco Ferreira Cardoso; do prefeito do Campus da Capital, Hermes Fajersztajn; do diretor de Vendas Corporativas da ArcelorMittal, Homero Storino; da diretora de Pessoas, Comunicação, Investimento Social e Inovação da ArcelorMittal, Paula Maria Harraca; do diretor do Escritório Aflalo e Gasperini e autor do projeto do edifício, Roberto Aflalo; além de dirigentes e pesquisadores da Universidade.

O CICS Living Lab é um laboratório que abrigará o Centro de Inovação em Construção Civil, ecossistema com o objetivo de acelerar a inovação e a sustentabilidade da construção, reunindo academia, empresas, entidades governamentais e da sociedade civil em uma iniciativa inovadora.

Na área científica, o centro reúne pesquisadores da Poli, Escola de Engenharia de São Carlos (EESC), Instituto de Energia e Ambiente (IEE), Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA), Instituto de Arquitetura e Urbanismo (IAU) e Laboratório de Eficiência Energética em Edifícios da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

“Atualmente, todas as universidades de pesquisa do mundo estão cada vez mais preocupadas em ampliar a sua inserção social. Uma universidade de pesquisa não é apenas uma formadora de mão de obra especializada, ela é um instrumento de desenvolvimento da sociedade. Um dos nossos desafios agora é trazer as empresas para dentro da Universidade e levar a USP para dentro das empresas”, afirmou o reitor Vahan Agopyan.

Conceitos do futuro

O CICS Living Lab será o único laboratório no País projetado, construído e operado para demonstrar e testar, em condições reais de uso, as soluções inovadoras necessárias para superar os desafios ambientais. O edifício deverá incorporar uma série de soluções para uso sustentável da água, geração descentralizada de energias renováveis, internet das coisas (IoT), novos materiais, componentes e soluções construtivas industrializadas e ecoeficientes.

Os resultados serão medidos e avaliados tanto em termos de bem-estar dos usuários quanto por meio de modernos conceitos de ecologia da indústria e economia circular.  Para tanto, usuários e os sistemas serão monitorados por IoT de forma constante, gerando um fluxo contínuo de dados para fomentar pesquisa.

“O CICS é uma plataforma aberta, que reúne a liderança empresarial, da sociedade civil e acadêmica em um espaço que privilegia a busca de oportunidades de formação de alianças para acelerar a inovação para sustentabilidade da construção”, destaca o coordenador do CICS, Vanderley John. “Sem a multiplicação desse tipo de aliança, a construção não será capaz de enfrentar os desafios ambientais e decorrentes do envelhecimento da população, nem tampouco explorar as oportunidades da indústria 4.0”, complementa.

O CICS Living Lab está localizado na Cidade Universitária, próximo ao Edifício da Engenharia Civil. A área total de 1.200 metros quadrados inclui um novo bloco anexo ao prédio já existente. A parte já construída será remodelada, incorporando soluções mais avançadas. Partes do edifício serão desmontadas e os materiais, reciclados.

Projeto do prédio CICS Living Lab – Foto: Divulgação

Nova cátedra

O acordo assinado com a ArcelorMittal também prevê o lançamento da Cátedra ArcelorMittal “Construindo o amanhã”. A cátedra deverá colaborar para a formação de recursos humanos, incentivar a pesquisa e identificar oportunidades de inovação para atuação conjunta da USP e ArcelorMittal, sempre buscando a sustentabilidade social, ambiental e econômica na cadeia da construção em geral e do aço em particular.

“Nosso propósito nesta parceria estratégica com a USP é Construir o Amanhã junto aos principais players do ecossistema da construção civil. Em um ambiente colaborativo, vamos cocriar soluções inovadoras que gerem maior competitividade para os nossos clientes e valor para a sociedade”, destacou o CEO da ArcelorMittal Aços Longos LatAm, Jefferson de Paula.

Segundo a diretora da Poli, Liedi Legi Bernucci, “é uma tradição da escola trabalhar em sinergia com a indústria. O formato da cátedra, consagrado na USP, permite o estabelecimento de um relacionamento trazendo novas propostas para ensino, pesquisa e inovação, beneficiando a comunidade acadêmica, a empresa e a sociedade”.

“As cátedras, além de propiciarem estudos e discussões de temas complexos e multidisciplinares, permitem a apresentação de uma visão externa para a solução desses problemas, com maior integração com a cadeia produtiva do setor. No caso particular, a participação das stakeholders da construção civil vai garantir o sucesso desta cátedra”, ressalta o reitor.

[A partir da esquerda] O coordenador do CICS, Vanderley John; o CEO da ArcelorMittal Aços Longos LatAm, Jefferson de Paula; o reitor Vahan Agopyan; a diretora da Poli, Liedi Legi Bariani Bernucci; e o vice-presidente comercial da ArcelorMittal, Henrique Moraes de Almeida – Foto: Marcos Santos/USP Imagens
  • 187
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados