USP é a universidade mais empreendedora do Brasil pela segunda vez

A classificação foi elaborada por um conjunto de entidades estudantis lideradas pela Confederação Brasileira de Empresas Juniores

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn557Print this pageEmail

Pelo segundo ano consecutivo, a USP foi considerada a universidade que mais fomenta o desenvolvimento do empreendedorismo entre os estudantes, segundo o Ranking Nacional de Universidades Empreendedoras, elaborado por um conjunto de entidades estudantis lideradas pela Confederação Brasileira de Empresas Juniores (Brasil Júnior).

Em sua segunda edição, a classificação, lançada em novembro do ano passado, tem como proposta mostrar as iniciativas de instituições de ensino superior no Brasil que mais incentivam o empreendedorismo, dentro e fora da sala de aula.

O conceito de Universidade Empreendedora foi desenvolvido por meio de uma pesquisa on-line, que contou com a participação de 4 mil estudantes universitários de todo o País, realizada no período de junho a agosto deste ano. Foram levados em conta seis indicadores: capital financeiro, cultura empreendedora, extensão, infraestrutura, inovação e internacionalização.

Ao longo do ano, foram ouvidos mais de 10 mil estudantes de todos os Estados brasileiros e coletados informações e dados de mais de 50 instituições de ensino superior com o objetivo de  analisar pragmaticamente as universidades brasileiras, obtendo uma visão sistêmica e objetiva dos seus principais pontos de melhoria; levantar propostas, boas práticas e ideias claras de melhoria; e estimular o diálogo sobre a educação empreendedora e como cada agente do ecossistema empreendedor pode co-construir uma melhor universidade e sociedade.

Além da Brasil Júnior, participaram da elaboração do ranking a Enactus Brasil, a Aiesec, a Rede CsF e a Associação dos Estudantes Brasileiros que estão fora do Brasil.

Mais de 40 universidades foram classificadas no ranking, dentre elas a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), em segundo lugar, e a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), na terceira colocação.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn557Print this pageEmail

Textos relacionados