USP é a melhor latino-americana em ranking de empregabilidade

A Universidade aparece na 75ª posição entre as 150 instituições classificadas

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn637Print this pageEmail
O ranking classificou as 150 instituições de ensino superior que formam os profissionais mais procurados pelos empregadores – Foto: Divulgação

Na 75ª posição, a USP é a instituição da América Latina mais bem colocada no Global University Employability Ranking 2017, divulgado no dia 16 de novembro, pela consultoria britânica Times Higher Education (THE). O topo da lista é ocupado por universidades norte-americanas: o Instituto Tecnológico da Califórnia (1º), a Universidade de Harvard (2º) e a Universidade de Columbia (3º).

Elaborado a partir de uma pesquisa respondida por diretores e responsáveis pela contratação de funcionários em grandes empresas de 22 países, incluindo o Brasil, o ranking classificou as 150 instituições de ensino superior que formam os profissionais mais procurados pelos empregadores.

Além da USP, também figuram na lista o Instituto Tecnológico de Estudos Superiores de Monterrey (México), no 101º lugar, e a Universidade Nacional Autônoma do México, que ocupa a 141ª colocação.

Este é o terceiro ano em que o ranking é publicado. Em 2016, a USP ficou na 71ª posição e, em 2015, na 81ª. A Universidade também lidera entre as latino-americanas em dois outros rankings da consultoria. No World University Ranking 2017-2018, divulgado no dia 5 de setembro, a USP ocupa uma posição no grupo de 251-300, igualando-se a instituições como a Universidade do Estado da Carolina do Norte (EUA), a Universidade de Surrey (Reino Unido) e o Instituto de Tecnologia de Tóquio (Japão). Também é a única da região a figurar entre as cem instituições com maior reputação acadêmica do mundo, segundo o World Reputation Ranking, divulgado no dia 14 de junho.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn637Print this pageEmail

Textos relacionados