USP apresenta na ONU ações voltadas à igualdade de gêneros

Universidade é uma das instituições mundiais que faz parte da campanha “ElesPorElas”, promovida pelo programa ONU Mulheres

  • 53
  •  
  •  
  •  
  •  
O reitor Vahan Agopyan (o terceiro da dir. p/ esq.) ao lado dos representantes de outras instituições de ensino superior que fazem parte do movimento. A apresentação foi mediada pela diretora executiva do programa ONU Mulheres, Elizabeth Nyamayaro (à esquerda) e pela atriz Anne Hathaway – Foto: Divulgação

“Temos desenvolvido e utilizado as atividades culturais e esportivas como importantes ferramentas para socializar nossos estudantes e desenvolver o respeito mútuo. A ideia é mudar a cultura dentro da Universidade de forma a promover a igualdade de gêneros”.

Assim, o reitor da USP, Vahan Agopyan, resumiu uma das principais ações desenvolvidas no âmbito da Universidade como parte da campanha “ElesPorElas” [HeForShe], promovida pela ONU Mulheres, entidade dedicada a projetos na área de igualdade de gêneros e empoderamento das mulheres.

A apresentação aconteceu no dia 26 de setembro, em evento realizado em Nova Iorque, paralelamente aos debates da 73ª Assembleia Geral das Nações Unidas.

A USP foi uma das dez universidades escolhidas internacionalmente para fazer parte do movimento, sendo a única da América do Sul a participar do projeto, que convoca pessoas de todo o mundo para desenvolver iniciativas e advogar pela igualdade de gêneros. Lançada em 2015, a iniciativa “ElesPorElas Impacto 10x10x10” reúne dez chefes de Estado, dez presidentes de empresas e dez presidentes de universidades.

Além da USP, fazem parte da campanha a Universidade de Georgetown (EUA), Instituto de Estudos Políticos Sciences Po (França), Universidade de Nagoia (Japão), Universidade de Stony Brook (EUA), Universidade de Hong Kong (China), Universidade de Leicester (Reino Unido), Universidade Kenyatta (Quênia), Universidade de Waterloo (Canadá) e Universidade de Witwatersrand (África do Sul).

Paridade 

Durante o encontro, foram lançadas três publicações fundamentadas nas experiências apresentadas pelos líderes mundiais, empresários e representantes das universidades.

Uma delas é um roteiro para as organizações sobre paridade na liderança global, elaborado com base no trabalho da empresa PwC Network, que passou de 18% de representação feminina em sua equipe de liderança global para 47% em apenas 15 meses.

A segunda é o Relatório “ElesPorElas” sobre Soluções Emergentes para a Igualdade de Gênero, contendo 34 propostas que abordam uma ampla gama de questões, incluindo a diminuição das disparidades salariais entre homens e mulheres, o fim da violência sexual e baseada em gênero e a obtenção da paridade em toda a sociedade.

Por último, foi apresentado o primeiro Guia Masculino “ElesPorElas” para Igualdade de Gênero – Dicas para Entender e Gerenciar Suas Emoções, baseado em um programa pioneiro do Governo da Finlândia (as publicações estão disponíveis neste link).

Além do dirigente, a USP foi representada no evento pela coordenadora do Escritório USP Mulheres, Eva Alterman Blay, e pelo presidente da Agência USP de Cooperação Acadêmica Nacional e Internacional (Aucani), Raul Machado Neto.

“Temos desenvolvido e utilizado as atividades culturais e esportivas como importantes ferramentas para socializar nossos estudantes e desenvolver o respeito mútuo”, afirmou o reitor da USP (ao centro) – Foto: Divulgação
  • 53
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados