USP anuncia construtora selecionada para as obras do Novo Museu do Ipiranga

O anúncio foi feito durante a terceira edição do evento Museu do Ipiranga em Festa, uma parceria entre a Universidade e o Sesc

Foto: Marcos Santos/USP Imagens

.
No dia em que se comemoraram os 197 anos da Independência do Brasil, em 7 de setembro, o Museu do Ipiranga deu um passo importante para sua reabertura programada para 2022. Nessa data, a USP e o Governo do Estado anunciaram que a construtora Concrejato Serviços Técnicos de Engenharia foi a empresa selecionada para executar as obras de restauro, ampliação e segurança do edifício-monumento, que terão início no próximo mês de outubro.

O anúncio foi feito durante a terceira edição do evento Museu do Ipiranga em Festa, uma parceria entre a Universidade e o Sesc, que ofereceu à população, durante todo o dia, mais de dez horas ininterruptas de programação gratuita, com dezenas de atividades artísticas e culturais destinadas a todas as idades.

“O museu terá uma função pública de visitação e orientação para escolas públicas, privadas, estudiosos e historiadores e todo o trabalho da Universidade de São Paulo será mantido e, seguramente, será ampliado ao longo dessa nova etapa a partir de 2022”, afirmou o governador de São Paulo, João Doria, na cerimônia do anúncio.

“Esta será a última vez que ocupamos este saguão como está hoje. Na próxima oportunidade que estivermos aqui, será em um novo museu, modernizado, restaurado e acessível. Em 2022, queremos um museu que transborde para o parque, possa amplificar sua missão educacional, que acolha ideias, reflexões, que seja acessível e que faça cumprir o propósito de inclusão da Universidade”, destacou a diretora do Museu Paulista, Solange Ferraz de Lima.

O reitor Vahan Agopyan agradeceu pela confiança dos patrocinadores que viabilizarão o projeto – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

O reitor da USP, Vahan Agopyan, ressaltou que “hoje damos início à etapa final desse processo. Agradeço a confiança de cada um dos patrocinadores e ao Governo do Estado, e espero encontrá-los aqui no dia 7 de setembro de 2022 para comemorarmos o novo Museu do Ipiranga”.

O projeto de restauração do museu está sendo viabilizado pelo patrocínio de 13 empresas: Banco do Brasil, Banco Safra, Bradesco, Caixa, Caterpillar, Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), Cosan, EMS, Honda, Vale, EDP, Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) e o Instituto Itaú Cultural.

Também participaram da cerimônia o secretário estadual de Cultura e Economia Criativa, Sérgio Sá Leitão; o superintendente de Administração do Sesc São Paulo, Luiz Deoclécio Massaro Galina; os representantes dos patrocinadores, além de autoridades governamentais, dirigentes do Sesc e da Universidade.
.

“O museu terá uma função pública de visitação e orientação para escolas públicas, privadas, estudiosos e historiadores e todo o trabalho da Universidade de São Paulo será mantido e, seguramente, será ampliado ao longo dessa nova etapa a partir de 2022”, afirmou o governador de São Paulo, João Doria – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

.

“Em 2022, queremos um Museu que transborde para o parque, possa amplificar sua missão educacional, que acolha ideias, reflexões, que seja acessível e que faça cumprir o propósito de inclusão da Universidade”, destacou a diretora do Museu Paulista, Solange Ferraz de Lima

 

A obra

O edifício-monumento é um palácio com 120 anos de idade, 122 metros de fachada, erguido com técnicas e materiais construtivos diversos como madeira, estuque, ladrilhos hidráulicos, tijolos, ligas metálicas, elementos ornamentais nas fachadas e espaços internos.

Sua restauração envolve um projeto complexo, que ampliará o subsolo em mais de seis mil metros quadrados e mobilizará profissionais de várias áreas do conhecimento, como arqueólogos, paisagistas, restauradores de ornatos, engenheiros especializados em fundações, estruturas de madeira, alvenaria, químicos e biólogos, convocados para estudar e identificar as patologias causadas pelos fungos que deterioraram as fachadas e a argamassa do edifício.

Desde o fechamento do prédio, em 2013, foram realizados diagnósticos para certificar a estabilidade estrutural do edifício e conhecer os danos nas fachadas. A fase seguinte foi a elaboração e o lançamento de um concurso para escolher a melhor proposta técnica e estética para o novo Museu do Ipiranga. Uma empresa foi escolhida para desenvolver o projeto executivo e detalhar todas as etapas, quantificar os profissionais necessários e os materiais.

O espaço terá, ainda, uma nova área de 6.800 metros quadrados, incluindo sala de exposições temporárias, salas para atendimento do programa educativo, café, auditório, loja e uma área de acolhimento, tornando-o compatível com os grandes museus internacionais.

Serão instalados novos mobiliários, projeto de iluminação, projetos de multimídia e restauração de acervos e acessibilidade, além de avançado sistema de prevenção e combate a incêndio em museus.

As exposições de longa duração serão ampliadas e renovadas. O novo museu irá expandir sua visitação pública, com público estimado em 900 mil visitantes por ano.

O valor das obras civis e de restauro, incluindo seu gerenciamento, acompanhamento técnico e administrativo e divulgação, está orçado em R$ 141 milhões. No projeto expográfico, produção e montagem das exposições, acompanhamento técnico e administrativo e divulgação, deverão ser investidos recursos da ordem de R$ 27 milhões, totalizando R$ 168 milhões.

Os trabalhos serão iniciados em outubro, com a proteção das obras de arte do interior do edifício. A partir de novembro, será montado um canteiro que ocupará o entorno do edifício do museu e parte do estacionamento. A previsão é que a restauração tenha duração de 29 meses e, a partir de janeiro de 2022, as exposições comecem a ser montadas.

A festa

Apresentações de circo, intervenções, performances, cortejos, visitas educativas e dois concertos de música clássica com a Orquestra Jazz Sinfônica, a Orquestra Sinfônica da USP (Osusp) e o CoralUSP integraram a rede de atividades da terceira edição do Museu do Ipiranga em Festa.

Confira, na galeria, algumas das ações culturais desenvolvidas durante a festa:
.

Fotos: Marcos Santos/USP Imagens

.

A programação, norteada pela reflexão sobre a falta de representatividade de alguns grupos nas narrativas históricas oficiais, teve como objetivo valorizar a diversidade cultural do País por meio da presença de artistas que celebram a cultura popular e tratam de temas da atualidade, como presença feminina e periférica.
.

E a festa chega ao fim!Foi um dia incrível com muitas atrações culturais que contaram um pouco sobre a nossa rica história e tradição.Mas 2020 está logo aí ❤Deixamos nosso MUITO OBRIGADO a todos que vieram. Utilizem a #MuseuEmFesta para compartilhar as suas lembranças desse dia com a gente 😉

Publicado por Museu Paulista da USP em Sábado, 7 de setembro de 2019

.
.

 

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •