Superintendência de Gestão Ambiental participa da COP 23

Na Alemanha, a SGA promoveu um debate que contou com a participação de delegados da COP de todo o mundo

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn51Print this pageEmail
(Da esq.p/dir.) O professor André Felipe Simões, a doutoranda Ana Carolina Famá, o professor Paulo Santos de Almeida e a superintendente de Gestão Ambiental, Patrícia Faga Iglecias Lemos – Foto: Divulgação

A USP, por meio da Superintendência de Gestão Ambiental (SGA), esteve presente na 23ª Conferência das Partes (COP 23) da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima, que terminou no último dia 18 de novembro, em Bonn, na Alemanha.

O encontro reuniu, durante duas semanas, representantes de mais de 190 nações com o objetivo de avançar na regulamentação do Acordo de Paris, um esforço em que os países se comprometem a fazer sua parte para conter o aumento da temperatura média do planeta. Nesse contexto, a meta brasileira é reduzir 37% das emissões até 2025, com indicativo de cortar 43% até 2030.

Em Bonn, a SGA promoveu, no dia 7 de novembro, um debate que contou com a participação de delegados da COP de todo o mundo, em que foram abordadas as estratégias e pesquisas que podem contribuir para o cumprimento das NDCs pelo Brasil.

As Contribuições Pretendidas Nacionalmente Determinadas (iNDCs, na sigla em inglês) são metas voluntárias estipuladas por cada país para reduzir suas emissões de gases de efeito estufa (GEE).

Segundo a superintendente de Gestão Ambiental, Patrícia Faga Iglecias Lemos, que coordenou o debate, os principais temas discutidos foram energia, cidades sustentáveis e resíduos sólidos, bem como o papel do Escritório Regional do Programa Cidades do Pacto Global da ONU sediado na USP.

Também participaram do encontro os professores Paulo Santos de Almeida, da Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH), e André Felipe Simões, do Instituto de Energia e Ambiente (IEE), além da doutoranda do IEE, Ana Carolina Famá.

O evento foi realizado no Espaço Brasil na COP 23, uma área montada pelo Ministério do Meio Ambiente na conferência.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn51Print this pageEmail

Textos relacionados