Superintendência de Assistência Social entrega mais de 200 mil refeições durante a pandemia

Desde o dia 24 de março, o Restaurante das Químicas, na Cidade Universitária, em São Paulo, oferece as três refeições diárias – café, almoço e jantar

Editorias: Institucional - URL Curta: jornal.usp.br/?p=369803

Diariamente, é feito o registro fotográfico da pesagem, da temperatura e das porções de cada item do cardápio que compõe a refeição; frutas, verduras e legumes fazem parte do cardápio diário – Fotos: Divulgação SAS

Na Superintendência de Assistência Social (SAS), um dos principais desafios que se apresentam durante a pandemia da covid-19 é o de manter a alimentação diária dos moradores do Conjunto Residencial da USP (Crusp) e de estudantes que residem nos arredores da Cidade Universitária Armando de Salles Oliveira, em São Paulo.

Os conhecidos bandejões universitários tiveram de ser fechados e, desde o dia 24 de março, as três refeições diárias – café da manhã, almoço e jantar – passaram a ser preparadas pela empresa terceirizada que atua no Restaurante das Químicas. Atualmente, são entregues cerca de 1.300 marmitas descartáveis diariamente, o que totaliza um acumulado de mais de 200 mil refeições desde o início da pandemia.

O superintendente da SAS, Gerson Yukio Tomanari – Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

O Crusp possui cerca de 1.600 moradores, entre alunos de graduação e de pós-graduação, que se distribuem em blocos residenciais que somam 502 apartamentos. A maior parte dos estudantes regressou às cidades de origem, mas cerca de 600 moradores permaneceram no local.

“A pandemia, assolando a todos da forma abrupta como se deu, amplificou problemas e exigiu de nós ações certeiras e eficientes. De um dia para outro, tivemos que fechar todos os restaurantes universitários e montar a logística de entrega de marmitas. Foi uma operação bem-sucedida, não resta dúvida”, afirma o superintendente da SAS, Gerson Yukio Tomanari.

Atualmente, além dos moradores do Crusp, as refeições do Restaurante das Químicas atendem também aos moradores da Casa do Estudante de Direito do Largo São Francisco.

Qualidade das refeições

“O controle de qualidade da alimentação fornecida aos estudantes é altíssimo. As nutricionistas são profissionais qualificadas e experientes, de modo que o cardápio é formulado e balanceado segundo critérios normativos rigorosos da nutrição. Eu almoço na SAS todos os dias e a minha refeição é a mesma marmita que servimos aos estudantes”, destaca Tomanari.

A chefe da Divisão de Alimentação da SAS, Maria Aparecida Loureiro de Oliveira, explica que o valor calórico de cada refeição é planejado. Diariamente, é feito o registro fotográfico da pesagem, da temperatura e das porções e são coletadas amostras de cada item que compõe a refeição. Frutas, verduras e legumes fazem parte do cardápio diário. O restaurante oferece em todas as refeições a opção sem carne, que é substituída por proteína de soja (veja abaixo tabela com cardápio das refeições servidas entre os dias 2 e 8 de novembro).

Fotos das refeições servidas no período de 2 a 8 de novembro – Fotos: Divulgação SAS


Refeições adaptadas

O aluno do terceiro ano do curso de Enfermagem, Henrique Gomes de Andrade Silva, mora no Crusp há um ano e conta que, durante os primeiros quatro meses do isolamento social, pegava todas as refeições no Restaurante das Químicas, de segunda a segunda. Atualmente, no entanto, tem críticas quanto à variedade nutricional das marmitas. “Tenho pego a comida pouquíssimas vezes, pois a falta de variedade, o que não costuma acontecer em tempos normais, me ‘obrigou’ a procurar outras formas de alimentação”, afirma.

Maria Aparecida ressalta que “as refeições foram adaptadas para as condições de acondicionamento nas embalagens das marmitas. A variação é mais restrita em razão da embalagem e por não ser consumida no local. No momento atual, escolhemos alimentos com menor manipulação, mas que atendam ao valor nutritivo desejado. O cardápio oferecido atende às necessidades nutricionais”.

Para a aluna do quarto ano de Ciências Biológicas, Paula Rivabem Ferreira da Silva, “a distribuição de marmitas tem sido muito importante para garantir que as pessoas tenham o que comer diariamente, com ou sem condições financeiras pessoais. O que falta a meu ver é uma melhor comunicação com essas pessoas. Elas precisam ser ouvidas”.

A estudante de Ciências Biológicas, Paula Rivabem – Foto: Acervo pessoal

Número de refeições fornecidas durante a pandemia

MêsCaféAlmoçoJantarTotal s/ caféTOTAL
Março*4632.8141.9834.7975.260
Abril2.24212.0217.18019.20121.443
Maio2.33016.4396.29222.73125.061
Junho2.17616.9197.88024.79926.975
Julho2.37819.1708.56227.73230.110
Agosto2.58621.9618.52630.48733.073
Setembro2.15719.0648.14527.20929.366
Outubro2.29823.7578.27132.02834.326
TOTAL 16.630 132.14556.839 188.984 205.614

*A partir de 24/03/2020

Refeições subsidiadas

Os moradores do Crusp, em sua grande maioria formada por estudantes de graduação, recebem auxílio-alimentação e, dessa forma, não pagam nada pelas refeições, que são totalmente subsidiadas. Os demais, que não dispõem desse benefício, pagam R$ 2 por almoço ou jantar.

Com a flexibilização das atividades presenciais de pesquisa desde o dia 1º de setembro, além dos moradores do Crusp, estudantes e servidores técnicos e administrativos que frequentam a Cidade Universitária têm acesso às refeições pelo sistema eletrônico Rucard [sistema interno para aquisição de créditos e acesso aos restaurantes universitários].

Fotos das refeições servidas no período de 2 a 8 de novembro – Fotos: Divulgação SAS


Medidas sanitárias

Para evitar a aglomeração de pessoas nas filas do restaurante e de acordo com as normas estabelecidas pelas autoridades sanitárias, foram tomadas medidas como adequação do local de distribuição, distanciamento entre os usuários, demarcação das filas, divulgação de avisos para manutenção de distância entre os usuários, uso obrigatório de máscara e disponibilização de álcool em gel.

Com a otimização do fluxo de atendimento, o próprio usuário passa seu cartão para leitura na catraca e retira sua marmita, deixando o local logo em seguida. Atualmente, o tempo máximo de espera, em condições normais, tem sido de cinco minutos.

No caso de alunos com dificuldade de mobilidade, mães com crianças e eventuais estudantes em isolamento, as refeições são levadas ao Crusp pela Guarda Universitária.

Outras ações

Além da preocupação com a alimentação dos moradores durante o período de isolamento social, a SAS adotou uma série de ações junto ao Crusp, incluindo segurança, limpeza, higiene, acesso à internet, testagem da covid-19 e atividades voltadas à saúde física e mental, que podem ser consultadas nos comunicados enviados regularmente aos estudantes.

Cardápio - 02/11/20 A 08/11/20

ALMOÇOJANTAR
02
Arroz / Feijão
Empanado de frango
Opção: PVT com tomate
Legumes sautê
Salada de repolho
Maçã
Mini pão
Valor calórico da refeição: 905 Kcal
Desjejum = Laranja
KIT LANCHE
03
Arroz / Feijão
Bife acebolado
Opção: PVT com almeirão
Chuchu com manjericão
Salada de escarola
Gelatina
Mini pão
Valor calórico de uma refeição: 910 Kcal
Desjejum = Maçã
Arroz / Feijão
Tiras de frango à mexicana
Opção: PVT com vagem
Couve-flor à provençal
Salada de escarola
Laranja
Mini pão
Valor calórico de uma refeição: 875 Kcal
04
Arroz / Feijão
Filé de frango à indiana
Opção: Lentilha rica
Cenoura com salsa
Salada de alface
Banana
Mini pão
Valor calórico da refeição: 905Kcal
Desjejum = Laranja
Arroz / Feijão
Linguiça com molho vinagrete
Opção: PVT com ervilha
Couve refogada
Salada de beterraba ralada
Goiabada
Mini pão
Valor calórico da refeição: 920 Kcal
05
Arroz / Feijão
Hambúrguer à pomodoro
Opção: PVT com azeitona
Batata bolinha corada
Salada de repolho roxo
Maçã
Mini pão
Valor calórico da refeição: 875 kcal
Desjejum = Laranja
Arroz / Feijão
Frango assado
Opção: PVT com alho poró
Quibebe
Salada de repolho roxo
Banana
Mini pão
Valor calórico da refeição: 895 kcal
06
Arroz / Feijão Preto
Cubos de filé de coxa assado
Opção: PVT com grão de bico
Brócolis temperado
Salada de acelga
Laranja
Mini pão
Valor calórico da refeição: 910 kcal
Desjejum = Maçã
Arroz / Feijão Preto
Bife de contrafilé com molho madeira
Opção: PVT com mandioquinha
Berinjela ao forno
Salada de acelga
Gelatina
Mini pão
Valor calórico da refeição: 915 kcal
07
SAB
e
08
DOM
Arroz / Feijão
Carne em cubos com cogumelo
Opção: PVT com cogumelo
Escarola ao alho
Salada de cenoura ralada
Goiabada
Mini pão
Valor calórico da refeição: 905 Kcal
Desjejum = Banana
Arroz / Feijão
Tiras de frango à escabeche
Opção: PVT com espinafre
Creme de milho
Salada de repolho
Maçã
Mini pão
Valor calórico da refeição: 905 Kcal
Desjejum = Laranja

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.