Servidores poderão ter representantes nos conselhos dos departamentos

Mudança no Estatuto da Universidade foi aprovada pelo Conselho Universitário

Editorias: Institucional - URL Curta: jornal.usp.br/?p=295754
Foto: 123RF

.
O Conselho Universitário aprovou, no dia 17 de dezembro, uma importante mudança no Estatuto da Universidade. A partir de agora, os servidores técnicos e administrativos poderão contar com um representante nos conselhos dos departamentos que compõem as unidades de ensino e pesquisa.

Em termos práticos, isso significa que os servidores poderão participar das discussões e das deliberações sobre assuntos de administração, ensino, pesquisa e extensão universitária também no nível departamental.

Para tanto, é preciso que existam mais que quatro servidores lotados no departamento. Outra condição é que o número total desses servidores deve ser maior que 10% do total de docentes lotados no mesmo departamento. Por exemplo, um departamento com cinco servidores e 30 docentes está apto a ter um representante dos funcionários em seu conselho, já que possui a quantidade mínima de servidores e o número total destes é superior a 10% do número total de docentes, ou seja, três.

O representante e o suplente para cada conselho de departamento deverão ser eleitos por seus pares para um mandato de um ano, podendo ser reconduzidos.

Atualmente, os conselhos são compostos de representantes de professores titulares, associados, doutores e assistentes do departamento, bem como por representantes de alunos de graduação ou de pós-graduação.

A proposta de inclusão dessa representação no Estatuto da Universidade se originou por iniciativa da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) e da Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF).

“Considero este como um avanço muito significativo na gestão universitária, pois permitirá aos departamentos e, consequentemente, às unidades um maior alinhamento das decisões de acordo com seus projetos acadêmicos”, destaca o reitor Vahan Agopyan.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.