Semana de recepção marca a chegada dos novos alunos à Universidade

A Semana de Recepção aos Calouros de 2018 acontece entre os dias 26 de fevereiro e 2 de março

  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  
Com o tema “Veterano, violência não se conjuga”, a campanha de 2018 reforça a importância da convivência acadêmica, livre de violência

Para receber seus 11 mil novos estudantes e marcar o início do ano letivo, a USP promove a Semana de Recepção aos Calouros que, neste ano, acontece entre os dias 26 de fevereiro e 2 de março, em todos os campi. Nesse período, as aulas regulares são substituídas por palestras, bate-papo com egressos e dirigentes, visitas às instalações das Unidades, arrecadação de donativos, gincanas, atividades envolvendo os pais dos alunos, campanhas e ações sociais.

De acordo com o pró-reitor de Graduação pro tempore, Gerson Yukio Tomanari, “a recepção aos calouros é um momento muito especial para a USP. É a celebração do início de uma nova fase na vida dos estudantes, da qual a Universidade fará parte com muito orgulho”.

Institucionalizada em 1998, a Semana é organizada pelas Comissões de Graduação das Unidades, por seus Centros Acadêmicos e Atléticas, com o objetivo de promover a integração entre os novos alunos e os veteranos e transmitir os valores cultivados pela Universidade: humanismo, excelência, universalismo e solidariedade.

A Pró-Reitoria de Graduação também disponibiliza, na internet, o Manual do Calouro, que contém informações úteis sobre os procedimentos que envolvem a vida acadêmica, a inscrição em bolsas e benefícios, o acesso a serviços de saúde e transporte e sobre iniciativas em relação a denúncias de discriminação e violação de direitos na Universidade.

Como acontece todos os anos, uma campanha foi especialmente produzida pelos alunos do curso de Publicidade e Propaganda da Escola de Comunicações e Artes (ECA), sob a coordenação do professor Heliodoro Teixeira Filho, mais conhecido como Dorinho. A mensagem “Veterano, violência não se conjuga” está inserida nos postais, cartazes, faixas e mobiliários urbanos instalados nos diversos campi da USP.

“A campanha deste ano reitera um valor fundamental que cultivamos na USP, que é a convivência acadêmica, livre de violência”, ressalta Tomanari.

Para conferir a programação da Semana de Recepção aos Calouros, o aluno deve consultar a página da sua Unidade.

Disque-Trote

O calouro que se sentir vítima de agressão ou constrangimento, dentro ou fora do âmbito da Universidade, poderá fazer a denúncia por meio dos canais de atendimento do Disque-Trote.

O Disque-Trote, que atende pelo número 0800-012-1090, já está funcionando e ficará ativo até o dia 29 de março, de segunda a sexta-feira, das 9h às 21h. Além do atendimento por telefone e pelo chat, as denúncias também poderão ser feitas pelo e-mail suportegrad@usp.br .

O trote é proibido na USP desde 1999, quando o então reitor Jacques Marcovitch instituiu que toda manifestação de recepção a novos alunos, em todos os campi, deveria estar integrada à Semana de Recepção aos Calouros. O Disque-Trote foi criado em 2000, com o propósito de receber denúncias de trotes abusivos.

  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados