Resolução da Pró-Reitoria de Graduação autoriza estágios presenciais na área da saúde

Para o retorno seguro dessas atividades, foram investidos R$ 2,5 milhões para a aquisição de equipamentos de proteção individual

Editorias: Institucional - URL Curta: jornal.usp.br/?p=352898
Os alunos de Fonoaudiologia devem realizar estágios obrigatórios no último ano do curso, com supervisão – Foto: Banco de Imagens/Jornal da USP

A Pró-Reitoria de Graduação divulgou, no último dia 2 de setembro, uma resolução que autoriza a realização de estágios práticos presenciais supervisionados dos cursos de graduação da área da saúde a partir do mês de setembro.

A retomada dos estágios faz parte do Plano USP para o retorno gradual das atividades presenciais elaborado pelo grupo de trabalho coordenado pelo vice-reitor Antonio Carlos Hernandes e que tem atuado na elaboração do planejamento de readequação do ano acadêmico de 2020.

O documento define protocolos, oferece recomendações e apresenta orientações aos gestores e aos membros da comunidade universitária para a viabilização progressiva das atividades acadêmicas e administrativas presenciais nos campi, que estão suspensas desde o dia 17 de março, por conta da pandemia da covid-19.

+ Mais

USP anuncia plano para o retorno gradual das atividades presenciais

Para o retorno seguro dessas atividades, foram investidos cerca de R$ 2,5 milhões para a aquisição de equipamentos de proteção individual, como máscaras, protetores faciais, luvas, aventais, entre outros, que serão distribuídos às Unidades de Ensino e Pesquisa para a utilização de alunos, docentes e funcionários técnicos e administrativos.

“Além dos materiais de proteção específicos para a área da saúde, providenciamos para todos os membros da Universidade álcool-gel 70%, sabonete líquido, máscaras e protetores faciais. Serão mais de 500 mil máscaras e mais de 200 mil face shields, por exemplo. Deve-se reforçar que os protocolos de biossegurança devem ser seguidos rigorosamente pela comunidade universitária”, destaca o vice-reitor.

Missão

Estão autorizados, de acordo com o Decreto Estadual nº 65.140, de 19 de agosto de 2020, os estágios nos cursos de Ciências Biomédicas, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Gerontologia, Medicina, Nutrição, Obstetrícia, Odontologia, Psicologia e Terapia Ocupacional oferecidos em todos os campi da Universidade.

O pró-reitor de Graduação, Edmund Chada Baracat – Foto: Banco de Imagens / Jornal da USP

No caso dos cursos de Medicina, o internato constitui o estágio curricular presencial obrigatório. Nos demais cursos, essas atividades referem-se aos estágios obrigatórios no último ano do curso, com supervisão.

“A área de saúde tem sido uma das mais demandadas em função da pandemia da covid-19 e é parte da missão da Universidade formar profissionais preparados para enfrentar os desafios de sua profissão. Daí a importância da resolução neste momento”, destaca o pró-reitor de Graduação, Edmund Chada Baracat.

Os estágios curriculares e profissionalizantes presenciais supervisionados poderão ser realizados em estabelecimentos de saúde como hospitais, centros de saúde, clínicas, ambulatórios, farmácias e laboratórios clínicos. Ainda não estão autorizados os estágios dentro das unidades da USP.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.