Interação com a sociedade foi um dos temas da reunião de dirigentes

A segunda reunião de dirigentes de 2019 aconteceu nos dias 30 e 31 de julho, no campus da USP em Bauru

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Mais de 100 dirigentes discutiram os rumos e os projetos para a Universidade – Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

Nos dias 30 e 31 de julho, a Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB) sediou a segunda reunião de dirigentes de 2019. Além do reitor Vahan Agopyan e do vice-reitor Antonio Carlos Hernandes, o encontro teve a participação dos pró-reitores, superintendentes, diretores e vice-diretores de todas as Unidades da USP.

O encontro é uma oportunidade para os dirigentes apresentarem e discutirem os rumos da Universidade e os projetos por ela desenvolvidos. Nessa edição, um assunto destacado pelo reitor Vahan Agopyan foi a importância da terceira missão das universidades de pesquisa.

“Nos últimos anos, grandes universidades do mundo todo têm debatido sobre a necessidade de entender melhor e fortalecer a chamada terceira missão, que está relacionada com a interação mais intensa das instituições com a sociedade e não se restringe apenas às ações de cultura e extensão. Trata-se de estabelecer parcerias mutuamente benéficas, baseadas na transferência de conhecimento, no empreendedorismo e no engajamento com o desenvolvimento regional”, explicou o reitor.

Segundo Agopyan, “desde a sua criação, a USP sempre teve a extensão como uma de suas missões, mas, nos dias atuais, torna-se fundamental mostrar e explicar para a sociedade que não somos apenas prestadores de serviço e que o que fazemos aqui é procurar respostas para os problemas sociais”.

[A partir da esquerda] O reitor Vahan Agopyan; o chefe de Gabinete, Gerson Yukio Tomanari; e o diretor da FOB, Carlos Ferreira dos Santos – Foto: Cecília Bastos/USP Imagens
Outro assunto abordado na reunião foi a decisão da Universidade que restringe os salários ao valor do teto constitucional (leia nota publicada sobre o assunto). Após amplo debate sobre o tema, os diretores presentes à reunião tiveram a iniciativa de elaborar uma nota de apoio ao reitor, manifestando publicamente a compreensão deles em relação à decisão.

Projetos

O vice-reitor Antonio Carlos Hernandes apresentou a evolução de programas, como o USP Municípios e o USP Eficiente, e descreveu como a Universidade tem participado do Programa Educa SP, desenvolvido pela Secretaria da Educação do Estado de São Paulo.

Hernandes também falou sobre outros temas, como o desenvolvimento de um estudo sobre a marca institucional USP, a implantação de um Centro de Serviços Compartilhados em RH no campus da Capital, e a criação de um Departamento de Controle de Contratos e Convênios ligado à Coordenadoria de Administração Geral (Codage).

O diretor do Sistema Integrado de Bibliotecas (SIBi), Jackson Cioni Bittencourt, apresentou a proposta para a criação da Agência USP de Gestão da Informação Acadêmica, que prevê ações voltadas para o planejamento da reestruturação de atividades e acervos, a promoção de espaços de aprendizado e pesquisa, o desenvolvimento de coleções digitais e o estímulo ao acesso aberto.

O vice-reitor Antonio Carlos Hernandes apresentou os projetos desenvolvidos pela Reitoria – Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

Projetos das Pró-Reitorias

O pró-reitor de Graduação, Edmund Chada Baracat, falou sobre as iniciativas da Pró-Reitoria para analisar e avaliar os índices de evasão na USP e de desvinculação de cursos ou de Unidades. Entre as ações estão o mapeamento dos cursos com diminuição da relação candidato por vaga, a criação de Grupos de Trabalho para estudar a evasão, a reformulação das carreiras e a criação de indicadores de qualidade do ensino de Graduação.

Ainda sobre o tema, o diretor da Escola de Engenharia de São Carlos, Edson Cezar Wendland, expôs o resultado de uma análise realizada sobre a evasão nos últimos dez anos na Escola.

Em seguida, o pró-reitor de Pós-Graduação, Carlos Gilberto Carlotti Junior, apresentou a proposta de reformulação da Pós-Graduação que está sendo encaminhada para a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e que prevê a reorganização da distribuição das bolsas de mestrado e doutorado.

Carlotti também falou sobre a avaliação interna e externa dos programas de pós-graduação e fez um balanço do primeiro semestre do Programa Institucional de Internacionalização da Capes (PrInt). Para encerrar, ele anunciou que, no dia 13 de setembro, será realizado um grande evento em comemoração aos 50 anos da Pós-Graduação na USP.

Sobre as ações desenvolvidas pela Pró-Reitoria de Pesquisa, o pró-reitor Sylvio Roberto Accioly Canuto destacou a recente publicação do Guia de Boas Práticas Acadêmicas, que oferece informações sobre ética e integridade em pesquisa de forma sintética e acessível; o resultado do Prêmio de Excelência para Novas Lideranças em Pesquisa, que será divulgado no dia 16 de agosto; o edital de Apoio a Novos Docentes 2019; e o evento que acontecerá no final de agosto para discutir a Ciência Aberta.

Encerrando a participação dos pró-reitores, a pró-reitora de Cultura e Extensão Universitária, Maria Aparecida de Andrade Moreira Machado, fez um balanço do edital de Empreendedorismo Social, que selecionou 32 projetos para fortalecer a interação da Universidade com a sociedade, e falou sobre o andamento de projetos da Pró-Reitoria como o Trailers USP na Comunidade e a adequação do sistema Apolo.

A pró-reitora adjunta Margarida Maria Krohling Kunsch apresentou a nova Revista USP INTEGRAção, criada para ser um instrumento de divulgação das ações de cultura e extensão promovidas não só pela Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária, mas de toda a Universidade.

Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

Debates

Dando continuidade à análise de questões levantadas em reuniões anteriores, dois grupos de trabalho apresentaram sugestões e novos pontos para discussão.

A diretora da Escola Politécnica, Liedi Legi Bariani Bernucci – que presidiu o Grupo de Trabalho responsável pelo estudo sobre a distribuição dos 250 claros docentes às Unidades de Ensino e Pesquisa, Institutos Especializados e Museus da USP –, detalhou diretrizes e parâmetros que poderão subsidiar a Comissão de Claros Docentes.

Em relação ao papel dos Departamentos na Universidade, o coordenador do Centro de Inovação da USP (InovaUSP), Luiz Henrique Catalani, apresentou o resultado dos debates desenvolvidos pelo Grupo de Trabalho que analisou o assunto.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •