Grêmio Politécnico promove encontro para liderança na engenharia

A abertura da terceira edição do Encontro Internacional para Liderança na Engenharia (Eile) aconteceu no dia 3

  • 366
  •  
  •  
  •  
  •  
A cerimônia de abertura do encontro foi realizada na manhã do dia 3 de setembro, na Sala do Conselho Universitário – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

De 3 a 9 de setembro, acontece a etapa inicial da terceira edição do Encontro Internacional para Liderança na Engenharia (Eile), uma iniciativa do Grêmio da Escola Politécnica (Poli) que reúne estudantes de engenharia de vários países com o objetivo de estimular o desenvolvimento de soluções para os problemas enfrentados pelas cidades brasileiras.

A abertura do evento foi realizada na Sala do Conselho Universitário e contou com a presença do reitor Vahan Agopyan. “O Eile é marcante porque é uma iniciativa dos próprios alunos. São eles participando, tomando as decisões e assumindo responsabilidades para a melhoria de sua formação. Atualmente, um de nossos principais desafios é formar profissionais eficientes, competitivos, competentes e capazes para trabalhar em ambientes multidisciplinares característicos do século 21. Esse encontro é uma oportunidade para jovens de diferentes países e formações trabalharem juntos na solução de problemas”, afirmou o reitor.

Para o pró-reitor de Pesquisa, Sylvio Roberto Accioly Canuto, “mais do que a formação de lideranças, esse projeto evidencia a importância de formar lideranças engajadas na solução dos problemas de nosso País. É uma preocupação da USP colaborar para o desenvolvimento dos municípios e da sociedade”.

Também prestigiaram o encontro o presidente da Comissão de Graduação da Poli, Fábio Gagliardi Cozman; o diretor da Fundação Parque Tecnológico de Santos, Antônio Carlos Silva Gonçalves; e a coordenadora-geral do Eile, Tamy Takara.

O encontro é dividido em três etapas. Nesta primeira fase, os participantes passam a semana na cidade de Santos, onde a Poli sedia o curso de Engenharia de Petróleo. Divididos em oito grupos, o alunos assistem a diversas palestras, painéis e workshops voltados para o tema do evento: Cidade do Futuro. Depois, cada grupo escolhe um problema urbano para o qual desenvolverão uma solução.

Após a etapa em Santos, os grupos realizam diversas pesquisas, entre os meses de setembro e dezembro, a fim de desenvolverem uma solução para o problema que estão enfrentando. Nessa etapa, os grupos têm o suporte de docentes da Escola Politécnica e de outras unidades da USP.

Ao final desse período, cada grupo apresenta a solução proposta e uma comissão avaliadora julga os projetos em três aspectos: viabilidade de implementação, impacto na sociedade e inovação. A equipe vencedora recebe um aporte financeiro de R$ 15 mil, para o desenvolvimento do projeto.

Encontro Internacional para Liderança na Engenharia

O Encontro Internacional para Liderança na Engenharia é uma iniciativa do Grêmio Politécnico com o objetivo de estimular o desenvolvimento de soluções inteligentes e inovadoras para os problemas enfrentados pelos municípios brasileiros, a partir da congregação de estudantes de diversas nacionalidades.

O evento reúne estudantes de graduação, pós-graduação e intercâmbio para que avaliem, segundo uma abordagem tecnológica, acadêmica e empresarial, os problemas com que as cidades atualmente se defrontam. Para isso, ao longo de uma semana os alunos são expostos a painéis temáticos com especialistas, bem como treinamentos e atividades de imersão. A partir das informações obtidas, aliadas ao intenso intercâmbio proveniente do contato com pessoas de culturas distintas, esperara-se que eles proponham novas e inovadoras soluções de engenharia que ajudarão a construir as cidades do futuro.

O atual presidente do Grêmio, Arthur Shimizu, lembrou que “o Eile é uma das grandes iniciativas da nossa entidade. O intuito é aplicar o que aprendemos na sala de aula em cidades do Estado São Paulo, trabalhando de forma pragmática em cima de problemas reais e desenvolvendo projetos concretos para solucioná-los. É uma oportunidade de impactar o mundo à nossa volta e desenvolver habilidades importantes, como o trabalho em equipe, a concepção de ideias e a atuação interdisciplinar”.

A primeira edição do Eile foi realizada em 2016 e teve como projeto vencedor o Smart Canaries, elaborado por alunos brasileiros e portugueses. O projeto propõe a criação de uma plataforma capaz de integrar e comparar dados relativos a diversos estudos realizados em uma cidade, como aqueles sobre poluição, mobilidade e desemprego, por exemplo. O objetivo é que a plataforma possibilite estudar as correlações da poluição de uma região com as informações sobre a saúde e a qualidade de vida de seus moradores, fornecendo subsídios para que os gestores públicos possam tomar decisões mais embasadas e com maior assertividade.

Em 2017, na segunda edição do evento, o projeto vencedor foi voltado à área da saúde. Quando implementado na cidade de Santos, permitirá que as ambulâncias realizem o caminho mais eficiente para os hospitais, considerando o trânsito e as filas de atendimento, diminuindo o risco de morte durante o resgate.

  • 366
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados