Reitor é homenageado com a medalha do Mérito Afro-brasileiro

A honraria foi entregue durante cerimônia em celebração aos 131 anos da Abolição

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
A medalha é concedida anualmente a personalidades que tenham contribuído para reforçar os valores do respeito à diferença, à tolerância e à igualdade de oportunidades – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Pelo segundo ano consecutivo, o reitor da USP, Vahan Agopyan, foi um dos agraciados com a Medalha do Mérito Cívico Afro-brasileiro, concedida pela Faculdade Zumbi dos Palmares às personalidades que tenham contribuído direta ou indiretamente para a elevação moral, socioeconômica, cultural e educacional dos negros brasileiros, reforçando os valores do respeito à diferença, à tolerância e à igualdade de oportunidades.

A entrega das medalhas aconteceu durante o evento “131 Anos da Abolição da Escravatura”, realizado no dia 13 de maio, na Faculdade Zumbi dos Palmares, em celebração aos 131 anos da assinatura da Lei Áurea, que extinguiu oficialmente a escravidão no Brasil.

“A igualdade e a justiça são o horizonte que precisa ser colocado como realidade a todos os brasileiros. Temos motivos para comemorar as conquistas que já tivemos, mas também devemos refletir sobre o que a nossa geração deixará de legado para as próximas”, ressaltou o reitor da Faculdade Zumbi dos Palmares, José Vicente, na abertura do evento.

O reitor Vahan Agopyan (com microfone) destacou a importância da educação para o desenvolvimento do Brasil – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Agopyan agradeceu a homenagem em nome da USP e reforçou que “a educação muda o ser humano, melhora a sociedade. Não conheço nenhuma sociedade, nenhum país que se desenvolveu sem educar sua população. Aqui vocês não estão mudando apenas a vida de alguns jovens, mas estão mudando o Brasil”.

Também receberam a honraria o reitor da Unesp, Sandro Roberto Valentini; o procurador-geral de Justiça de São Paulo, Gianpaolo Poggio Smanio; o diretor-executivo de Assuntos Corporativos da Petrobras, Eberaldo de Almeida Neto; o vice-presidente de Relações Corporativas da Coca-Cola, Pedro Rios; a gerente de Marketing Institucional da EMS, Josemara Tsuruoka; o secretário Municipal de Esportes e Lazer de São Paulo, Carlos Bezerra Jr.; o presidente da Academia Brasileira de Letras, Marco Lucchesi; e o diretor da Fundação Bradesco, Jefferson Ricardo Romon.

A cerimônia foi encerrada com um pronunciamento do antropólogo e professor aposentado da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP, Kabengele Munanga.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados