Programa Renova certifica 27 servidores administrativos da Universidade

O Renova possibilita readaptação funcional para servidores de nível básico com restrições médicas para o desempenho de suas atividades

  • 31
  •  
  •  
  •  
  •  
(Da esq. p/ dir.) O coordenador da Codage, Luiz Gustavo Nussio; a servidora Lilian Estefania de Oliveira; o vice-reitor Antonio Carlos Hernandes; e o diretor do DRH, Fernando Luis Medina Mantelatto – Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

Um encontro promovido no dia 14 de agosto, no prédio da Reitoria, marcou o encerramento da primeira edição do Programa de Aperfeiçoamento e Renovação Funcional, o Renova, com a certificação dos 27 servidores técnicos e administrativos participantes do projeto.

Desenvolvido pela Coordenadoria de Administração Geral (Codage), o Renova tem como objetivo principal possibilitar readaptação funcional a servidores de nível básico com restrições médicas no desenvolvimento de atividades habituais. Esses funcionários tiveram a oportunidade de buscar novas áreas de atuação de acordo com seu perfil e as necessidades da Universidade.

Durante todas as fases do programa, que teve duração de um ano, os participantes foram orientados por profissionais da Superintendência de Assistência Social (SAS), do Departamento de Recursos Humanos (DRH), da Escola Técnica e de Gestão da USP e do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT).

Na abertura da reunião, o vice-reitor da Universidade, Antonio Carlos Hernandes, ressaltou que a capacitação dos servidores é uma das principais metas da gestão e que esse deve ser um “processo contínuo e transparente”. Hernandes também destacou a importância do valor agregado do conhecimento adquirido pelo servidor “não apenas para o trabalho, mas também para sua vida pessoal”.

Segundo o levantamento feito pela equipe do Programa, dos 27 participantes do projeto, 29% têm entre 35 e 40 anos, 29% entre 51 e 55 anos e a maioria é de mulheres (57%). Além disso, 79% são auxiliares de administração e 61% dos servidores têm de cinco a 15 anos de trabalho na Universidade.

Essa primeira edição do programa envolveu apenas servidores do campus USP da Capital, mas já está prevista a expansão do projeto, de forma escalonada, para os demais campi da Universidade.

A edição-piloto do Renova envolveu 27 servidores técnicos e administrativos do campus USP da Capital – Foto: Cecília Bastos/USP Imagens
  • 31
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados