Pró-Reitoria de Graduação quer atualizar conteúdos das provas da Fuvest

Professores de ensino médio participaram de workshop para discutir conteúdo cobrado dos candidatos nas provas do vestibular

A previsão é que os conteúdos sejam atualizados a partir do vestibular da Fuvest de 2021 – Foto: Marcos Santos / USP Imagens

A Pró-Reitoria de Graduação (PRG) promoveu, no dia 7 de outubro, um workshop com professores de ensino médio de escolas públicas e privadas para atualizar os conteúdos programáticos das provas do vestibular da Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest).

No evento, que reuniu cerca de 200 docentes de escolas de várias localidades do Estado de São Paulo, foram discutidas propostas para a atualização dos conteúdos referentes às disciplinas de Português, Inglês, Matemática, História, Geografia, Química, Física e Biologia, que são cobrados dos candidatos nas provas do vestibular.

O pró-reitor de Graduação, Edmund Chada Baracat, deu início ao encontro enfatizando “o apreço que a Universidade tem pelos professores do ensino médio” e expressou a importância da participação deles nessas discussões. “A ideia inicial surgiu em uma visita que o reitor Vahan Agopyan fez ao Conselho Estadual de Educação (CEE), em maio, para debater aspectos dos cursos de graduação com os conselheiros”, afirmou.

O pró-reitor de Graduação, Edmund Chada Baracat, expressou a importância da participação dos professores no workshop – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

A partir daí, foi criado um grupo de trabalho, formado por docentes da USP com experiência na elaboração das provas da Fuvest, para fazer um estudo para a reformulação desses conteúdos. Essa análise foi apresentada no workshop pelo assessor da PRG e professor do Instituto de Química (IQ) da USP, Renato Sanches Freire, que também foi diretor executivo da Fundação durante dois anos.

“O foco principal do encontro foi a discussão sobre os conteúdos, mas há vários outros aspectos que podemos melhorar na comunicação com os dirigentes, diretores e professores. O principal resultado foi a criação de um canal entre a USP e as escolas de ensino médio”, considerou Freire.

Segundo ele, as demandas apresentadas e discutidas no workshop serão avaliadas e novos eventos desse gênero deverão ser promovidos ainda neste ano. A proposta, então, deverá ser analisada na Câmara Curricular e do Vestibular da PRG e no Conselho de Graduação. A previsão é que os conteúdos atualizados sejam implementados após a aprovação dessas instâncias e a partir do vestibular de 2021.

O membro do CEE e diretor-presidente do Colégio Bandeirantes, Mauro de Salles Aguiar, que esteve no workshop com um grupo de docentes da escola, comemorou o pioneirismo da iniciativa e a parceria da Universidade com o ensino médio. “Os professores apresentaram contribuições muito boas e o mais importante é que esse é um processo que terá continuidade”, afirmou.

Para Aguiar, a presença das escolas públicas nessa discussão também é fundamental. “Fiquei desapontado com a baixa participação desse público no evento. Como conselheiro, vou me empenhar para que esses profissionais também colaborem no debate”, disse.

“O principal resultado do encontro foi a criação de um canal entre a USP e as escolas de ensino médio”, comemorou o assessor da PRG, Renato Sanches Freire – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

 

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •