USP terá núcleo voltado para a pesquisa na área de bioenergia na cidade de Jaú

Decreto foi assinado pelo governador José Serra; na solenidade, USP e Secretaria de Ensino Superior assinaram convênio para os cursos da Univesp

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInImprimir esta páginaEnviar por e-mail

O coordenador da Rede de Bioenergia da USP, Antonio Roque Dechen, cumprimenta o governador José Serra, no evento de assinatura do decreto. Ao fundo, o secretário Estadual de Agricultura e Abastecimento, João Sampaio (Crédito: Ernani Coimbra)

 

 

No dia 23 de março, o governador José Serra assinou um decreto que viabiliza a gestão compartilhada entre a USP e a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado para a implantação da Estação Experimental de Agroenergia na cidade de Jaú. O novo espaço será instalado em uma área de 80 mil metros quadrados já edificada, doada pela empresa Camargo Correa. A cerimônia de assinatura do decreto foi realizada no Palácio dos Bandeirantes,

em São Paulo.

 

Na área, será implantado o núcleo experimental da Rede Temática em Bioenergia da Universidade, que abrigará o Pólo de Aplicação e Desenvolvimento de Tecnologias da Agroenergia e Biomassa; o Centro de Ensino e Treinamento em Agroenergia; cursos de treinamento em Agroenergia para pesquisadores e alunos de países da África, Caribe e da América Latina; e nova área de concentração em Agroenergia para os cursos de Engenharia Agronômica da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (ESALQ).  

 

A Rede de Bioenergia da USP, coordenada pelo diretor da ESALQ e atual coordenador da Administração Geral (Codage), Antonio Roque Dechen, tem como objetivo o de estimular e articular atividades sobre aplicação, produção e uso de energia a partir de fontes renováveis, envolvendo pesquisadores de todos os campi da universidade. O objetivo é desenvolver pesquisas básicas e aplicadas que assegurem a liderança do Brasil em fontes de biomassa e tecnologias da sua transformação em bioenergia. 

 

Convênio

 

Na mesma solenidade, foram assinados dois convênios entre a USP e a Secretaria de Ensino Superior, que permitirão a realização de dois cursos no âmbito do Programa Universidade Virtual do Estado de São Paulo – Univesp: o curso de Licenciatura em Ciências e a Especialização em Ética, Valores e Saúde na Escola.

 

O curso de Licenciatura em Ciências foi aprovado pelo Conselho Universitário em fevereiro de 2009. Trata-se de um curso semipresencial, com 52% das aulas desenvolvidas a distância e 48% presenciais. Serão oferecidas 360 vagas anuais, distribuídas em quatro polos, nos campi de São Paulo, Ribeirão Preto, Piracicaba e São Carlos. O concurso vestibular será realizado pela FUVEST e as normas e as datas das provas serão estabelecidas pelo Conselho de Graduação da Universidade. 

 

A especialização em Ética, Valores e Saúde na Escola será voltada a professores de educação básica, com 60% das aulas presenciais e 40% a distância, com polos nas cidades de São Paulo, Campinas, Ribeirão Preto e São Carlos. Serão oferecidas 350 vagas.

 

“A implantação desses dois cursos representa uma experiência-piloto para que a USP possa aquilatar e avaliar, na prática, os passos futuros a serem seguidos nessa área”, afirma o reitor da Universidade, João Grandino Rodas.

(Foto capa: SandiaLabs)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInImprimir esta páginaEnviar por e-mail