USP sedia simpósio internacional sobre cidade e meio ambiente

O evento acontece entre os dias 13 e 18 de agosto e reúne especialistas de todo o mundo

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Até a próxima sexta-feira, dia 18 de agosto, a USP sedia o simpósio “Construindo o meio ambiente urbano: o caso de São Paulo”, organizado pela rede internacional de universidades World Cities World Class (WC2). Durante toda a semana, pesquisadores e convidados discutirão problemas de grandes cidades como São Paulo e realizarão atividades em torno de cinco temas principais: transporte, eco campus, cultura, saúde pública e negócios.

A abertura oficial do simpósio foi realizada na manhã do dia 14 de agosto, no auditório Auditório István Jancsó, da Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin (Foto: Marcos Santos / USP Imagens)

O simpósio reúne especialistas em diversas áreas para identificar, discutir e formular propostas para os problemas de uma grande metrópole. A ideia é aproveitar o conhecimento das universidades para elaborar um projeto-piloto indicando caminhos para enfrentar os problemas da cidade. O documento resultante será apresentado para a Prefeitura da Cidade de São Paulo.

“A USP está ciente do papel que as universidades podem desempenhar no desenvolvimento de políticas públicas, fornecendo aos governos conhecimentos úteis para a gestão ambiental. A integração do conhecimento científico com a gestão ambiental beneficia tanto a cidade quanto os pesquisadores”, afirmou a superintendente de Gestão Ambiental, Patrícia Faga Iglecias Lemos.

Na abertura do evento, o reitor Marco Antonio Zago explicou que “a USP foi instalada originalmente em uma fazenda, mas a cidade cresceu tanto que acabou envolvendo o campus e nós criamos muros para nos separar da cidade. Agora, estamos trabalhando para destruir esses muros e reestabelecer os vínculos com a cidade e com a sociedade. Esse evento é uma boa oportunidade para a USP mostrar que está completamente comprometida em participar da solução de todos os problemas da cidade”. Também estavam presentes na cerimônia o pró-reitor de Cultura e Extensão Universitária, Marcelo de Andrade Roméro, e o presidente da Agência USP de Cooperação Acadêmica Nacional e Internacional (Aucani), Raul Machado Neto.

Essa é o terceiro evento organizado pela rede WC2, que foi criada em 2010, por iniciativa da City University London. A rede surgiu com a proposta de reunir universidades localizadas no coração de grandes metrópoles para abordar questões culturais, ambientais e políticas de interesse comum para todas as cidades do mundo.

“Os simpósios são organizados com foco em estudantes de pós-graduação, para proporcionar a oportunidade de conhecer colegas de outros países, debater problemas específicos e ver como outras culturas abordam problemas comuns. Todos nós podemos aprender uns com os outros, pois operamos em ambientes diferentes”, explicou Stanton Newman, vice-chanceler para assuntos internacionais da City University London e presidente da WC2.

O primeiro simpósio WC2 aconteceu em Londres, em 2015, e abordou a relação entre as universidades e os governos municipais. A segunda edição do evento foi realizada no ano passado, em Berlim, e definiu objetivos para o desenvolvimento sustentável das cidades. Para o ano que vem, o evento deverá ser realizado em Toronto (Canadá) e abordará a questão dos refugiados, da migração de populações e do impacto no ambiente da cidade e em sua cultura.

Além da USP e da City University London, a rede também é formada pela City University of New York (EUA), Hong Kong Polytechnic University (Hong Kong), Meiji University (Japão), Peter the Great St. Petersburg Polytechnic University (Rússia), Politecnico di Milano (Itália), Ryerson University (Canadá), Technische Universitat Berlin (Alemanha), Universidad Autonoma Metropolitana (México) e University of the Witwatersrand (África do Sul).

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados