USP recebe visita da Rainha Silvia e comitiva de empresários suecos na Faculdade de Medicina

Objetivo foi discutir possível cooperação entre os dois países na área médico-hospitalar

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

 

(da esquerda para direita) O diretor  da Faculdade de Medicina, Marcos Boulos; Sua Majestade a Rainha Silvia da Suécia; e o reitor da USP, João Grandino Rodas (Crédito: Priscila Zambotto)

Na manhã desta sexta-feira, dia 26 de março, o reitor da USP, João Grandino Rodas, o diretor da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP), Marcos Boulos, e autoridades do Sistema FMUSP/Hospital das Clínicas, receberam a visita de Sua Majestade a Rainha Silvia da Suécia; do seu ministro da Saúde e Assuntos Sociais, Göran Hägglund; e de uma delegação de empresários daquele país na área médico-hospitalar, em encontro realizado na Sala da Congregação da FMUSP, das 9h às 10h.O encontro, que durou cerca de uma hora, foi realizado na Sala da Congregação da FMUSP. O ministro Göran Hägglund falou sobre a tradição da Suécia na área médico-hospitalar, tanto na formação de profissionais quanto no desenvolvimento de equipamentos e inovação tecnológica em diversas áreas da medicina. Os empresários fizeram uma curta exposição sobre seus produtos e ressaltaram o interesse em realizar negócios com instituições de saúde brasileiras. De acordo com o diretor da Faculdade de Medicina da USP, Marcos Boulos, a iniciativa de promover o encontro entre autoridades do Sistema FMUSP/HC e os empresários suecos partiu da própria Rainha Sílvia – que veio ao Brasil participar do Seminário Regional sobre Tráfico de Pessoas e Exploração Sexual promovido pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) e o governo da Suécia,

em São Paulo. “Ela trouxe uma comitiva de empresários da área da saúde, pois a Suécia tem uma tradição grande não só na pesquisa médica, mas também no desenvolvimento de produtos para a área hospitalar”, afirma o diretor. O reitor da USP, João Grandino Rodas, disse que “a Universidade de São Paulo precisa estar aberta às inovações tecnológicas em todos os campos, principalmente na medicina”. Uma das áreas de interesse dos empresários suecos é a oncologia, que utiliza predominantemente equipamentos de imagem. Após o encontro na Faculdade de Medicina da USP, a Rainha Silvia e sua comitiva conheceram o Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (ICESP).  Participaram ainda do encontro na FMUSP, o presidente do conselho diretor do ICHC, Flair Carrilho, o diretor geral do ICESP, Giovanni Guido Cerri, o professor titular de Ginecologia, Edmund Chada Baracat, o superintendente do Hospital das Clínicas, José Manoel de Camargo Teixeira,  o diretor geral da Fundação Faculdade de Medicina, Flavio Fava de Moraes, o diretor executivo da FMUSP, José Agenor Silveira, o diretor executivo do Instituto Central do Hospital das Clinicas (ICHC), Carlos Suslik, e o diretor executivo do ICESP, Marcos Fumio Koyama.

(Com informações da Assessoria de Imprensa da FMUSP)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail