USP oferece 4.537 vagas em atividades gratuitas para terceira idade

Neste 1º semestre, a Universidade Aberta à Terceira Idade oferece 4.537 mil vagas gratuitas em 511 atividades, entre disciplinas regulares de graduação e atividades complementares nos campi da USP. As inscrições vão de 9 a 13 de fevereiro, para as vagas em disciplinas regulares de graduação, e variável para as atividades complementares.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

O período de inscrições vai de 9 a 13 de fevereiro, para as vagas em disciplinas regulares de graduação; e variável para as atividades complementares

Participantes da oficina de teatro na Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH)

A Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária (PRCEU) lançou o catálogo com as atividades do 1º semestre da Universidade Aberta à Terceira Idade (UnATI), na qual são oferecidas 4.537 mil vagas gratuitas em 511 atividades, entre disciplinas regulares de graduação e atividades complementares nos campi da USP: na capital paulista, Bauru, Lorena, Piracicaba, Pirassununga, Ribeirão Preto e São Carlos.

As inscrições vão de 9 a 13 de fevereiro, para as vagas em disciplinas regulares de graduação, por ordem de chegada, diretamente nas Unidades de Ensino e Pesquisa responsáveis pelas atividades. Estas disciplinas seguem o calendário letivo e começam em 23 de fevereiro e terminam em 4 de julho.

Há vagas em diversas disciplinas de graduação como ciclo de vida, estudo da defesa do consumidor, patrimônio cultural em turismo e bens imateriais, socorros de urgência, educação física na terceira idade, introdução à economia, cultura árabe, eletromagnetismo, física do corpo humano, noções de estatística, hidrologia e drenagem, ecologia, distribuição de alimentos, robótica, bromatologia (que estuda integralmente os alimentos).

Já para as atividades complementares, que se dividem em didático-culturais e físico-esportivas, os destaques são curso de cuidados com medicamentos, oficina sobre a vida e obra de Pelé e Roberto Carlos, teatro, orientação sobre uso de smartphones, palestra sobre o mercado de trabalho para quem tem mais de 50 anos, previdência e preparação para a aposentadoria, artesanato, produção de bebidas artesanais, aulas de guitarra e violão, noções gerais de direito, excursão para pesqueiro; curso de condicionamento físico, karatê, musculação, voleibol, yoga. O período de inscrição para as atividades complementares é variada, pois é definida por cada Unidade, e está divulgado ao lado do curso no catálogo da UnATI.

A relação completa dos cursos e atividades que serão oferecidos neste 1º semestre de 2015, bem como informações sobre o número de vagas e a existência de pré-requisitos, está disponível no catálogo do Programa pelo site da UnATI, no qual as atividades estão divididas pelos sete campi da USP.

Para participar das atividades é preciso apresentar o RG no dia da inscrição e ter no mínimo 60 anos. As vagas serão preenchidas de acordo com a ordem de chegada, sem necessidade de processo seletivo. No caso das disciplinas da graduação, o candidato deve ter concluído o ensino médio. Já para se matricular nas atividades complementares, não é necessário apresentar diplomas ou certificados de escolaridade. Após o término do curso ou atividade, os alunos da UnATI têm direito a um comprovante de participação, emitido pela PRCEU.

Mais informações pelo telefone: (11) 3091-9183 ou por e-mail: usp3idad@usp.br

Troca de experiências

O Programa Universidade Aberta à Terceira Idade (UnATI) é promovido pela Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária (PRCEU) e faz, neste ano, 22 anos de existência na USP. Neste tempo, cerca de 120 mil alunos da terceira idade passaram pelo Programa – só em 2014 foram 5.596 mil participantes em 945 atividades.

O objetivo é proporcionar uma formação e aprimoramento constante para a terceira idade, através da aquisição de novos conhecimentos, promoção da saúde, o bem-estar psicológico, social e da cidadania e, ao mesmo tempo, estimular a troca de saberes entre as gerações, que é ressaltado pela coordenadora acadêmica do Programa, Ecléa Bosi, que é professora aposentada do Instituto de Psicologia, na apresentação do Programa aos participantes “Vocês entraram na USP como portadores de um tesouro de experiências que partilham agora conosco”.

(Foto: Natália Dourado/EACH)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados