USP entrega primeira etapa da restauração do Museu Republicano Convenção de Itu

Na última quinta-feira, dia 12 de novembro, em cerimônia realizada às 17h, o vice-reitor da USP, Franco Maria Lajolo, participou da entrega da primeira etapa do restauro do Museu Republicano “Convenção de Itu”, na cidade de Itu. O evento marca o início da etapa principal de restauração do conjunto de azulejos que enfeitam a fachada e o interior do edifício histórico do Museu Republicano.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Na última quinta-feira, dia 12 de novembro, em cerimônia realizada às 17h, o vice-reitor da USP, Franco Maria Lajolo, participou da entrega da primeira etapa do restauro do Museu Republicano “Convenção de Itu”, na cidade de Itu. O evento marca o início da etapa principal de restauração do conjunto de azulejos que enfeitam a fachada e o interior do edifício histórico do Museu Republicano.

Este Museu histórico, dedicado ao período conhecido como “República Velha” (1889-1930), foi oficialmente inaugurado em 18 de abril de 1923 e cultua a história do Brasil, abrigando documentos iconográficos e textuais, além de objetos desse período. O acervo marca a vida de republicanos históricos e convencionais de Itu, que participaram da convenção republicana de 1873. Atualmente, por causa da restauração, o Museu está fechado para visitação do público. Mas, o objetivo é que a reforma fique pronta e, até fevereiro de 2010, ele seja aberto como parte das comemorações dos 400 anos de fundação do município de Itu.

Na cerimônia de entrega desta primeira etapa, a diretora do Museu Paulista da USP, Cecilia Helena Lorenzini de Salles Oliveira, do qual o Museu Republicano “Convenção de Itu” é extensão, ressaltou que, desde o início da sua gestão, em 2008, a restauração foi colocada como fundamental. Já o restaurador responsável pela conservação e restauro do Museu, Antônio Luiz Martins Sarasá, agradeceu a oportunidade de trabalhar em um projeto como este, porque, segundo ele, vai além dos azulejos, pois “resgata toda uma carga cultural”.

O prefeito de Itu, Herculano Castilho Passos Júnior, além de falar da importância do Museu, lembrou da ideia da prefeitura em ter um curso de graduação em História oferecido pela USP na cidade. “Seria muito importante ter um curso da USP aqui no ano em que a cidade vai completar 400 anos, ainda mais porque Itu ficou entre as 12 cidades históricas que vão receber verba do Condephaat [Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico]”, afirma.

Representando a reitora da USP, Suely Vilela, o vice-reitor, Franco Maria Lajolo, destacou o fato de o Museu, durante os seus 46 anos ligados à Universidade, de um total de 86 anos de existência, ter se constituído em polo de cultura da USP em Itu, através de exposições, cursos, seminários e publicações, entre outras manifestações acadêmicas e culturais.

“Celebramos, hoje, a entrega da primeira etapa do restauro do prédio deste Museu, construído em 1867. A preocupação não só com a manutenção da infraestrutura, mas, também, com sua reformulação e aprimoramento, mostra o comprometimento de sua comunidade com a preservação da memória”, disse o vice-reitor.  Antes do encerramento da cerimônia, o restaurador Sarasá aproveitou ainda para mostrar aos presentes informações sobre a importância e especificidades do processo que envolve o restauro em azulejaria.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados