Tsai Siu Mui é a primeira mulher a assumir a Diretoria do Cena

Tomou posse ontem, dia 28 de fevereiro, a nova diretora do Centro de Energia Nuclear na Agricultura (Cena), Tsai Siu Mui, eleita para o período de 2014 a 2018.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

A cerimônia de posse foi realizada no Anfiteatro Prof. Admar Cervellini e contou com a presença de dirigentes, professores, funcionários e alunos.

Tomou posse ontem, dia 28 de fevereiro, a nova diretora do Centro de Energia Nuclear na Agricultura (Cena), Tsai Siu Mui, eleita para o período de 2014 a 2018. Professora titular da USP desde 2006, a nova diretora é pesquisadora do laboratório de Biologia Celular e Molecular do Cena e também é membro do Comitê Gestor do Fundo Setorial do Agronegócio e do Comitê Assessor do Programa Ciência Sem Fronteiras (CNPq).

A nova diretora se comprometeu a fortalecer a atuação dos pesquisadores, integrar as áreas científicas e administrativas do Cena e valorizar a carreira profissional, de forma compatível com a capacidade orçamentária do Centro

Em seu discurso de posse, Tsai se comprometeu a fortalecer a atuação dos pesquisadores, integrar as áreas científicas e administrativas do Cena e valorizar a carreira profissional, de forma compatível com a capacidade orçamentária. “Como dirigente deste Centro, deveremos fomentar junto com uma equipe, a necessária integração entre Pós-Graduação, Diretorias Científicas e Diretoria Administrativa, centralizando informações para acompanhamento direto e de forma ágil dos trabalhos realizados pela comunidade científica, assim como da evolução das competências técnicas, científicas e administrativas do Cena. Entendemos que o crescimento econômico está muito ligado à inovação tecnológica de um país e, em outras palavras, à produção de ideias como principal motor do desenvolvimento e que devem ser colocadas em uso. O desenvolvimento de tecnologias inovadoras para aplicação na interação Universidade-empresa deverá ser estimulado com base no espírito de empreendedorismo e agregação de valor ao conhecimento, produzidos em nosso Centro. Desta forma, atinge-se a almejada independência para impulsionar os avanços científicos e tecnológicos”, declarou a diretora.

O reitor Marco Antonio Zago iniciou seu discurso agradecendo a dedicação do ex-diretor Antonio Vargas de Oliveira Figueira, que ocupou a direção do Cena de 2010 a 2014. Depois, reforçou a importância do comprometimento de todos os dirigentes, nesse momento de restrição financeira pelo qual passa a Universidade. “A situação atual deve servir para nortear nossas prioridades e ressaltar novamente as atividades-fim da USP. Isso é particularmente importante para os institutos. Alguns institutos vivem na dúvida entre se tornarem unidades plenas de ensino e pesquisa ou permanecerem como institutos especializados. Embora essa seja uma decisão dos pesquisadores de cada centro, é importante ressaltar que as duas missões são importantes para a USP. Cabe aos institutos conduzirem pesquisas de qualidade e formação de pessoal especializado na Pós-Graduação e este é um papel que precisa ser valorizado”, afirmou.

O reitor também ressaltou a importância de se produzir uma pesquisa de qualidade. Segundo ele, “a quantidade não é relevante, o que é relevante é a qualidade da pesquisa produzida. O que devemos observar é como o que produzimos nos últimos dez anos ajudou a mudar o mundo e não apenas quantos artigos foram publicados”.

A cerimônia também contou com a presença do vice-reitor, Vahan Agopyan, do pró-reitor de Graduação, Antonio Carlos Hernandes, da pró-reitora de Pós-Graduação, Bernadette Dora Gombossy de Melo Franco, e da pró-reitora de Cultura e Extensão Universitária, Maria Arminda do Nascimento Arruda, e do secretário-geral, Ignácio Maria Poveda Velasco.

Núcleo de Apoio à Pesquisa em Biologia Celular e Molecular na Agropecuária (NAP-Biocema)

O novo prédio abrigará 30 laboratórios do NAP-Biocema, do NAP-Bionergia e do NAP Centro de Instrumentação: Laboratório Multiusuário Centralizado de Genômica Funcional Aplicada à Agropecuária e Agroenergia

Aproveitando a visita ao campus de Piracicaba, o reitor também participou da inauguração do prédio do Núcleo de Apoio à Pesquisa em Biologia Celular e Molecular na Agropecuária (NAP-Biocema). Resultado de uma parceria estabelecida entre quatro grandes centros de pesquisa da USP – a Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ), a Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA), a Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (Esalq) e o Centro de Energia Nuclear na Agricultura (Cena) –, o NAP-Biocema atua na prestação de serviços nas áreas de sequenciamento e genotipagem de DNA; no sequenciamento e quantificação de proteínas; na identificação de biomoléculas e bioinformática; e no treinamento de pesquisadores nas áreas de genômica, proteômica, metabolômica e bioinformática.

O ex-diretor do Cena, Antonio Vargas de Oliveira Figueira, lembrou da importância da criação dos Núcleos de Apoio à Pesquisa (NAPs), que alavancaram projetos como esse e possibilitaram a união de esforços e a maximização do uso de equipamentos.

O coordenador do Núcleo, Luiz Lehmann Coutinho, também ressaltou a importância dos NAPs para a ciência nacional. “O NAP-Biocema já teve grande impacto na pesquisa da USP. Desde sua criação, dobramos o fator de impacto das publicações, permitindo o desenvolvimento de pesquisas na fronteira do conhecimento, especialmente na área de genética, e a otimização de recursos e equipamentos”, afirmou.

Com 1.500 m2 de área construída e 30 salas para comportar laboratórios, o novo prédio também abrigará equipamentos do NAP Centro de Instrumentação: Laboratório Multiusuário Centralizado de Genômica Funcional Aplicada à Agropecuária e Agroenergia e do NAP Bioenergia.

(Fotos: Francisco Emolo)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados