Três professores da FEA recebem título de professor emérito

No dia 19 de agosto, a Congregação da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA) realizou uma sessão solene para a outorga do título de professor emérito aos professores: Diva Benevides Pinho, do Departamento de Economia; Sérgio Baptista Zaccarelli, do Departamento de Administração; e Eliseu Martins, do Departamento de Contabilidade e Atuária.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInImprimir esta páginaEnviar por e-mail
Após cerimônia, professores exibem seus títulos de eméritos. (da esq.p/dir) O professor emérito desde 2004, Sérgio de Iudícibus; o diretor da FEA, Carlos Roberto Azzoni; o professor emérito, Eliseu Martins; a reitora, Suely Vilela; o professor emérito, Sérgio Baptista Zaccarelli; a professora emérita, Diva Benevides Pinho; o vice-reitor, Franco Maria Lajolo; e o vice-diretor da FEA, Reinaldo Guerreiro.

No dia 19 de agosto, a Congregação da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA) realizou uma sessão solene para a outorga do título de professor emérito aos professores: Diva Benevides Pinho, do Departamento de Economia; Sérgio Baptista Zaccarelli, do Departamento de Administração; e Eliseu Martins, do Departamento de Contabilidade e Atuária.

Com a frase “cerimônia especial que homenageia pessoas especiais”, o diretor da FEA, Carlos Roberto Azzoni, resumiu as contribuições dos homenageados para a Faculdade e a importância do título de professor emérito. Uma distinção concedida, segundo o artigo 93 do Estatuto da USP, a professores aposentados, que se destacaram por atividades didáticas e de pesquisa ou contribuído, de modo notável, para o progresso da Universidade; cuja concessão depende de aprovação de dois terços, respectivamente, dos componentes do Conselho Universitário ou das Congregações.

“Recebo este título com muita alegria, pois ele é dado com muita parcimônia nesta Faculdade”. Foi assim que o professor Eliseu Martins agradeceu à FEA, que desde sua criação, em 1946, só havia outorgado o título de emérito a nove professores. Sua carreira foi construída entre a academia e a vivência no mundo das empresas ou no setor governamental, implementou a pós-graduação nos moldes atuais na FEA; foi chefe de Departamento; diretor da FEA e; continua com as disciplinas de pós-graduação, além de ter assumido a diretoria da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Descrita como atual e inovadora, pelo professor da FEA, Hélio Nogueira da Cruz, a professora Diva Benevides Pinho ressaltou que é preciso compatibilizar os direitos sociais com os direitos econômicos: “vivo um momento muito feliz, a volta do embasamento humano na economia”. Graduada na década de 1950 em Direito e Ciências Sociais, com ênfase em Economia, pela USP, ela dedicou-se ao cooperativismo. Foi chefe de Departamento por oito anos. Atualmente, colabora com atividades docentes do departamento, e dedica-se à pintura e a pesquisar o mercado de arte.

Em sua fala, o professor Sérgio Baptista Zaccarelli brincou ter contado com a sorte para chegar até aqui, e que “na ciência todas as verdades são provisórias”, referindo-se às teorias científicas da administração. Bacharel em engenharia pela Escola Politécnica (Poli) da USP, ingressou como professor na FEA em 1964; foi chefe de Departamento por quatro mandatos e vice-chefe pela mesma quantidade de tempo; e instituiu a Fundação Instituto de Administração (FIA).

Para finalizar a cerimônia, a reitora, Suely Vilela, lembrou que “com esta homenagem, a FEA demonstra que mesmo separada em departamentos é unificada”, por ter professores representantes das suas três áreas como professores eméritos.

(Crédito da Foto: Ernani Coimbra)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados