Reitor ministra conferência em evento internacional na Colômbia

O evento foi promovido pela consultoria britânica de educação superior The Times Higher Education (THE), entre os dias 6 e 8 de julho, na cidade de Bogotá, na Colômbia. O reitor Marco Antonio Zago foi um dos palestrantes do encontro e, no dia 7, fez uma conferência sobre os desafios atuais e futuros para as instituições latino-americanas.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail
O reitor Marco Antonio Zago foi um dos palestrantes do encontro e, no dia 7, fez uma conferência sobre os desafios atuais e futuros para as instituições latino-americanas
O reitor Marco Antonio Zago fez uma conferência sobre os desafios atuais e futuros para as instituições latino-americanas

A Universidad Antonio Nariño foi a sede de um encontro de universidades latino-americanas, que reuniu mais de 150 líderes para discutir os desafios das instituições da região para alcançar o padrão de universidades consideradas de classe mundial.

O evento foi promovido pela consultoria britânica de educação superior The Times Higher Education (THE), entre os dias 6 e 8 de julho, na cidade de Bogotá, na Colômbia.  O reitor Marco Antonio Zago foi um dos palestrantes do encontro e, no dia 7, fez uma conferência sobre os desafios atuais e futuros para as instituições latino-americanas.

A THE é responsável pela elaboração de rankings internacionais de universidades, dentre os quais: The World University Ranking, The World Reputation Ranking e, o mais recente deles, The Latin America Ranking, que classifica as 50 melhores universidades da América Latina e que foi divulgado durante o evento.

No encontro, foram discutidos temas como a avaliação de qualidade da educação, o estabelecimento de redes globais de colaboração, internacionalização no contexto universitário da América Latina, pesquisa, inovação, desenvolvimento e expansão sustentável, gestão do conhecimento e empregabilidade.

FullSizeRender
O reitor (à esq.) recebeu o certificado que classifica a USP como a melhor universidade da América Latina das mãos do editor do ranking da THE, Phil Baty

“Há características específicas que distinguem as universidades na América Latina de instituições similares ao redor do mundo em termos de cultura e em relação às suas necessidades?”,  indagou o reitor da USP, no início de sua apresentação. Segundo ele, as palavras-chave para entender a América Latina e o Brasil são heterogeneidade e complexidade.

Zago elencou como três os principais desafios que as universidades latino-americanas enfrentam hoje. São eles: permitir acesso a todos os estudantes, independentemente de aspectos sociais, econômicos ou étnicos; proporcionar ensino de qualidade, com avaliação e certificação externa, e que leve em consideração as necessidades locais e globais; e fortalecer o papel da pesquisa, para que seja competitiva globalmente e também pertinente ao contexto local e regional.

Sobre os rankings, o dirigente foi enfático ao afirmar que “embora devamos reconhecer a contribuição das classificações globais para a melhoria da qualidade das instituições de ensino superior, elas não podem substituir o planejamento e avaliação local, que enfatiza o impacto nacional e regional das universidades latino-americanas”.

Relações internacionais

image
O reitor da USP e a reitora da Universidad Antonio Nariño, Marta Losada Falk, assinaram uma carta de intenções de colaboração acadêmica

Em Bogotá, o reitor da USP e a reitora da Universidad Antonio Nariño, Marta Losada Falk, assinaram uma carta de intenções de colaboração acadêmica, visando ao desenvolvimento de intercâmbio e atividades conjuntas de ensino, pesquisa, extensão e mobilidade de professores e de estudantes.

A carta é parte do processo anteriormente iniciado com a assinatura do acordo entre a Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP e a Faculdade de Eletrônica e Engenharia Biomédica da instituição colombiana.

Zago também esteve com o reitor da Universidad de Antioquia, Mauricio Alviar Ramirez, para tratar de uma futura parceria acadêmica bilateral nas áreas de economia, agronomia, saúde e engenharia.

(Fotos: Divulgação)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados