Novos procuradores da USP tomam posse em cerimônia na Reitoria

Nesta segunda-feira, dia 10 de outubro, em cerimônia realizada no Salão de Atos, tomaram posse os 11 novos procuradores da USP aprovados em concurso público, iniciado em fevereiro deste ano.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInImprimir esta páginaEnviar por e-mail
Os 11 novos procuradores junto com o vice-reitor, o reitor e o procurador-geral da USP

Nesta segunda-feira, dia 10 de outubro, em cerimônia realizada no Salão de Atos, na Reitoria, tomaram posse os 11 novos procuradores da USP aprovados em concurso público, iniciado em fevereiro deste ano.

Os novos servidores técnicos e administrativos vão exercer a função na Procuradoria-Geral (PG) da Universidade, órgão ligado à Reitoria, nas cidades onde a USP tem campi, na capital e no interior do Estado: um em Piracicaba, um em Pirassununga, dois para São Carlos e sete em São Paulo, seis que vão atuar na sede da PG (devido ao surgimento de uma vaga na equipe atual) e um junto à Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH).

Eles terão a função de prestar consultoria jurídica à Administração, exercer o controle interno da legalidade dos atos da Universidade e representá-la judicial e extrajudicialmente.

“A Universidade depende do nosso trabalho”, ressaltou o procurador-geral e professor da Faculdade de Direito da USP, Gustavo Ferraz de Campos Monaco, durante a cerimônia.

(esq. p/ dir.) O procurador-geral, Gustavo Ferraz de Campos Monaco; o vice-reitor, Hélio Nogueira da Cruz; e o reitor, João Grandino Rodas

A saudação aos novos servidores foi feita pelo procurador George Curi Meserani, da área de pessoal deste órgão, que resumiu a atuação na PG: “O trabalho na USP é extremamemte gratificante e uma grande responsabilidade”. Em seguida, aconteceu a entrega da carteira funcional, como símbolo da posse dos novos procuradores em seus cargos. O vice-reitor Hélio Nogueira da Cruz desejou boas-vindas aos novos procuradores, ressaltando que a “área jurídica tem sido um dos pontos fortes da nossa Universidade”.

O reitor João Grandino Rodas, destacou que muitos dos presentes na cerimônia (entre os novos e atuais procuradores) já foram alunos na Faculdade de Direito, na qual o reitor também é docente. Aos novos procuradores, o reitor informou que, com a implantação da nova carreira dos servidores técnicos e administrativos (leia mais nos boletins USP Destaques – edições nº 27 e 29), os procuradores da USP podem desenvolver dentro da Universidade uma carreira com benefícios e direitos similares a da Procuradoria Geral do Estado.

Ele lembrou ainda dos recentes destaques da Universidade, citando os 100 mil títulos defendidos na pós-graduação, o reconhecimento internacional obtido através dos rankings e salientou que toda a qualidade da Universidade é a soma das 110 mil pessoas que dela fazem parte – alunos, docentes e servidores técnicos e administrativos.

(Fotos: Ernani Coimbra)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados