Nova passarela permite o acesso à USP Leste pela rua Assis Ribeiro

 04/10/2007 - Publicado há 14 anos
Por

Foi inaugurada hoje, dia 4 de outubro, pela Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), a passarela de pedestres que liga a rua Dr. Assis Ribeiro à portaria 3 da Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH) da Universidade de São Paulo. “Essa é uma opção importante de acesso à Escola, principalmente para os usuários da Unidade que utilizam o transporte coletivo”, destaca o diretor da EACH, Dante de Rose Júnior. 

A passarela, que ficará aberta das 7h às 23h, integra o corpo da nova Estação USP Leste, na Linha F (Brás – Calmon Viana), cujo prazo de conclusão é final de dezembro. 

Segundo informações da CPTM, a passarela foi construída em estruturas pré-moldadas de concreto, tem 187 metros lineares de extensão e 3,70m de área útil de largura, apoiados sobre 13 pilares e 26 vigas, alcançando sete metros de altura no ponto mais alto, acima das vias férreas. Para vencer este desnível, a CPTM fez uma rampa em forma de "L", no acesso pela Assis Ribeiro, atendendo às normas de acessibilidade da ABNT, a fim de permitir a subida de pessoas em cadeiras de rodas. 

Os cerca de 680 m2 de pisos instalados são do tipo "ladrilho hidráulico", na cor cinza, que possui ranhuras para facilitar o escoamento de água. Toda a estrutura de concreto recebeu um verniz antipichação. Os guarda-corpos, na altura de 1,10m do piso, são de aço galvanizado, protegidos contra ferrugem, além de terem sido pintados. A passarela tem dois níveis de corrimãos em aço inox na totalidade de sua extensão – um a 92 cm e outro a 72 cm de altura.A iluminação está garantida por 12 postes metálicos de luminárias, a 4 metros de altura. Também foram instalados pisos táteis de alerta (nos desníveis) e direcionais ao longo da edificação para o acesso de pessoas com deficiência visual até a estação.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.