Matrícula dos candidatos aprovados pelo Sisu será realizada nos dias 22, 25 e 26/01

A participação da USP no sistema tem caráter experimental. Foram destinadas 1.489 vagas ao Sisu, das quais 413 são na área de ciências exatas e tecnologia, 348 na área de ciências biológicas e 728 em humanidades.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Os candidatos aprovados pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) poderão realizar a matrícula nos cursos de graduação da USP no dia 22 de janeiro, em São Paulo, no prédio da Administração Central localizado na Cidade Universitária; no dia 25, em Ribeirão Preto, no prédio da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto; ou no dia 26, em São Carlos, no prédio do Instituto de Física de São Carlos.

Para a matrícula, o candidato classificado deverá apresentar o certificado de conclusão do Ensino Médio ou diploma de curso superior; o histórico escolar; um documento de identidade oficial e uma foto 3×4 recente. Os candidatos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas deverão apresentar também o formulário autodeclaração – grupo PPI.

Os candidatos que, em situações excepcionais, não puderem apresentar o certificado de conclusão do Ensino Médio, poderão apresentar um documento emitido pela instituição de ensino que ateste a conclusão do curso.

As vagas remanescentes ao final do processo seletivo do Sisu serão incorporadas ao concurso vestibular Fuvest 2016.

As informações sobre o processo seletivo e a matrícula estão no edital do Sisu, disponível na página da Pró-Reitoria de Graduação. Mais informações pelo telefone (11) 3091-1747 ou pelo e-mail suportegrad@usp.br .

[table id=72 /]

Novas formas de ingresso

A adesão da USP ao Sisu como nova forma de ingresso a seus cursos de graduação foi aprovada pelo Conselho Universitário no dia 23 de junho de 2015. Do total de 11.057 vagas oferecidas no vestibular Fuvest 2016, 1.489 foram destinadas ao sistema.

A participação da USP no Sisu tem caráter experimental. Das 1.489 vagas destinadas ao Sisu, 413 vagas são na área de ciências exatas e tecnologia, 348 na área de ciências biológicas e 728 em humanidades. A adesão ao sistema e a definição das notas mínimas foram decididas pela Congregação de cada uma das Unidades da USP.

As discussões sobre as novas formas de ingresso nos cursos de graduação da USP tiveram início em junho de 2014 e envolveram as 42 Unidades de Ensino e Pesquisa da Universidade. Trata-se de uma das metas estabelecidas pela gestão do reitor Marco Antônio Zago quanto ao aperfeiçoamento das políticas de inclusão social da Instituição.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados