Livraria João Alexandre Barbosa inaugura novo espaço cultural

No dia 18 de abril, a Livraria João Alexandre Barbosa foi palco do lançamento da Série Conversas de Livraria e do Núcleo de Estudos do Livro e da Edição. Também foi inaugurado um café e um painel.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail
(esq. p/ dir.) O diretor-presidente da Edusp, Plínio Martins Filho; a pró-reitora de Cultura e Extensão Universitária, Maria Arminda do Nascimento Arruda; e o professor Alfredo Bosi

A Livraria João Alexandre Barbosa foi palco de uma atividade cultural, na tarde do dia 18 de abril, organizada pela Editora da USP (Edusp) e a Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária (PRCEU). Nesse dia, foram lançados a Série Conversas de Livraria e o Núcleo de Estudos do Livro e da Edição (NELE), inaugurado um espaço de café e um painel, além de promovida uma apresentação musical.

Espaço privilegiado

O evento aconteceu no novo ambiente da Livraria, o café, destinado a ser um espaço de lazer e um ponto de encontro da Universidade. As atividades começaram com a apresentação do prelúdio da Suíte Número 2 de J.S. Bach e On Record de Joe Hisaichi, pela violoncelista Clarissa Van Acker, estudante de Bacharelado em Instrumento na Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP, que também é integrante da Orquestra de Câmara (OCAM) da mesma Universidade e do Fukuda Cello Ensamble.

o púbico aprecia apresentação musical da violoncelista, Clarissa Van Acker

Em homenagem ao professor de teoria literária João Alexandre Barbosa, um apaixonado por livros desde a infância, que dá nome à esta livraria e também foi diretor da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), pró-reitor de Cultura e Extensão Universitária e diretor-presidente da Edusp, foi exibido um vídeo com declarações do professor sobre a importância da leitura e escrita na sua vida.

“Um espaço privilegiado dentro da Universidade (…) Uma livraria, talvez, é um dos poucos lugares civilizados que podemos encontrar na sociedade”, disse a pró-reitora de Cultura e Extensão Universitária, Maria Arminda do Nascimento Arruda – representando o reitor João Grandino Rodas, ao referir-se à Livraria João Alexandre Barbosa. Maria Arminda citou a contribuição de Barbosa à Pró-Reitoria de Cultura, a qual ajudou a estruturar e criou, por exemplo, o Projeto Nascente, que premiou a violoncelista que fez a apresentação musical desta tarde.

o professor Alfredo Bosi entusiasma-se ao lembrar das antigas livrarias

Valorização do livro

Antes de lançar oficialmente o Núcleo de Estudos do Livro e da Edição (NELE), o seu coordenador, Plinio Martins Filho, também diretor-presidente da Edusp, lembrou com carinho que em 2011 está completando 40 anos de trabalho com livros. Depois, ressaltou que o NELE foi criado com a ideia de homenagear, valorizar o livro. O NELE, uma iniciativa de professores do Departamento de Jornalismo e Editoração da ECA e da PRCEU, surgiu da inquietação de professores, pesquisadores e profissionais do livro diante das rápidas transformações observadas nos suportes da leitura. A sua missão é promover, realizar e registrar estudos e pesquisas sobre história do livro e da edição no Brasil; ser um órgão centralizador e difusor de pesquisas sobre o tema.

Plinio Martins adiantou que o Núcleo irá editar a Revista Livro, cujo lançamento será no dia 5 de maio na cidade do Rio de Janeiro, com uma seção chamada Conversas de Livraria sobre a relação com as livrarias comentada em forma de crônica por leitores ilustres, como o professor emérito da FFLCH, Alfredo Bosi, que inaugura esta seção e a Série de mesmo nome da Livraria da Edusp.

O professor Alfredo Bosi narrou suas idas à biblioteca municipal de São Paulo Mário de Andrade, da época em que grande parte das atividades culturais e livrarias estavam concentradas no centro da capital paulista, entre a Praça da Sé e o Teatro Municipal. Bosi citou algumas livrarias antigas: Sal, Duas Cidades; Herder; Parthenon; Brasiliense; Itapetininga; Freitas Bastos; Teixeira; e o tipo de obras encontradas nelas, lembrando da alegria de ver e ter contato com os livros, mesmo quando eles eram muito caros.

Novo espaço da Livraria João Alexandre Barbosa

A inauguração do painel Geométrico I de 8 x 4, 40 m, de Samson Flexor – pintor romeno e pioneiro do abstracionismo no Brasil – representando o período mais produtivo de sua carreira,  encerrou as atividades da tarde na Livraria.

A Livraria João Alexandre Barbosa, inaugurada em 8 de outubro de 2009, está localizada na Rua da Reitoria, 374, no andar térreo, na Cidade Universitária “Armando de Salles Oliveira”, em São Paulo.
Horário de funcionamento: de segunda à sexta-feira, das 9h às 21h, sábado das 10h às 15h. Telefone: 11-3091 4156 e e-mail: jab-edusp@usp.br

(Fotos Ernani Coimbra)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados