Instituto Oceanográfico terá base avançada em Guarujá

Protocolo de intenções assinado entre a USP e a Prefeitura do Município prevê a instalação da Unidade até setembro de 2009

 25/04/2008 - Publicado há 13 anos
Por

(da esquerda para direita) O secretário do Meio Ambiente do Guarujá, Élson Maceió dos Santos; a diretora do Instituto Oceanográfico, Ana Maria Setubal Pires Vanin; a reitora da USP, Suely Vilela; o prefeito de Guarujá, Farid Said Madi; e a deputada estadual, Haifa Madi (Crédito: Ernani Coimbra)

 

 

 A Universidade de São Paulo (USP) e a Prefeitura Municipal de Guarujá assinaram, no dia 24 de abril, um protocolo de intenções visando à instalação da Base de Pesquisas e Ensino do Instituto Oceanográfico naquela cidade.

 

A proposta é de que seja construído um prédio com mais de 4.400 metros quadrados, em uma área cedida pela Prefeitura, que comportará a infra-estrutura técnico-científica, de equipamentos e pessoal necessários para o funcionamento da então denominada Base de Pesquisas e Ensino de Guarujá. A previsão é de que a obra esteja concluída até setembro de 2009.

 

Estiveram presentes à solenidade de assinatura do protocolo a reitora da USP, Suely Vilela; a diretora do Instituto Oceanográfico da USP, Ana Maria Setubal Pires Vanin; o prefeito de Guarujá, Farid Said Madi; o secretário do Meio Ambiente de Guarujá, Élson Maceió dos Santos; e a deputada estadual Haifa Madi.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.