Fundação Bunge premia representantes da Esalq e homenageia a USP

Dois representantes da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (Esalq), o ex-aluno Hiroshi Noda e o professor Fernando Dini Andreote foram os contemplados na 59ª edição do Prêmio Fundação Bunge e 35º Prêmio Fundação Bunge Juventude na área de Produtividade Agrícola Sustentável. Durante a cerimônia, a Fundação Bunge prestou homenagem aos 80 anos da USP.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail
A cerimônia foi realizada no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo

Dois representantes da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (Esalq), o ex-aluno Hiroshi Noda e o professor Fernando Dini Andreote foram os contemplados na 59ª edição do Prêmio Fundação Bunge e 35º Prêmio Fundação Bunge Juventude na área de Produtividade Agrícola Sustentável. A cerimônia de premiação foi realizada no dia 22 de setembro, no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo.

Criado pela Fundação Bunge em 1955, o prêmio é reconhecido por sua independência e seriedade. Os candidatos ao prêmio são indicados pelas principais universidades e entidades culturais e científicas brasileiras.

Uma comissão técnica, composta por cinco membros em cada área de premiação, sendo um do exterior, seleciona os profissionais em cada ramo do conhecimento na categoria “Vida e Obra”, indicando-os para a decisão do Grande Júri. No caso dos jovens talentos, a comissão técnica escolheu diretamente os homenageados do ano.

(Da esq.p/dir.) O presidente da Fundação Bunge e ex-reitor da USP, Jacques Marcovitch; o reitor Marco Antonio Zago; e os premiados Hiroshi Noda e Fernando Dini Andreote

O paulistano Hiroshi Noda, graduado pela Esalq em 1968, foi o contemplado na categoria Vida e Obra por seus trabalhos em conservação e melhoramento genético de recursos vegetais nativos da Amazônia.

Na categoria Juventude, o coordenador do Programa de Pós-Graduação em Microbiologia Agrícola da Escola, Fernando Dini Andreote, foi escolhido por seu trabalho com microbiologia ambiental na área agrícola.

Durante a cerimônia, a Fundação Bunge prestou homenagem aos 80 anos da USP. A artista plástica Maria Bonomi entregou uma de suas obras ao reitor Marco Antonio Zago.

“A USP sente-se muito honrada pela homenagem da Fundação Bunge. O Prêmio Bunge sempre foi um símbolo de reconhecimento de qualidade e, por isso, nos orgulhamos muito quando nossos pesquisadores são agraciados e a própria USP é homenageada”, ressaltou o reitor.

(Fotos: Ernani Coimbra)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados